Ir para o conteúdo CAED Ir para o menu CAED Ir para a busca no site CAED Ir para o rodapé CAED
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Dia Nacional do Sistema Braille: Faders oferece capacitações aos municípios e Estado



O dia 08 de abril foi estabelecido como o Dia Nacional do Sistema Braille, através da Lei 12.226, a qual tem por objetivo o debate e a promoção de inclusão social e acessibilidade para deficientes visuais e seu fortalecimento em todos os âmbitos da sociedade.

E a Faders Acessibilidade e Inclusão (Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para PcD e PcAH no RS) promove capacitações em Braille, direcionada a professores, pedagogos, psicólogos e outros profissionais das redes municipal e estadual.

As capacitações são gratuitas, com 20 vagas, tendo aulas teóricas e práticas, utilizando a reglete e punção para a escrita Braille. Atualmente, a Faders Acessibilidade e Inclusão está com inscrições abertas até o dia 24 deste mês, para o Curso “Escrita e leitura Braille: métodos e técnicas de alfabetização”. As aulas ocorrerão no prédio da Faders na Rua Santa Terezinha, 711 das 8h30 às 12h e 13h30min às 17h nos dias 27 de abril, 04, 11, 18 e 25 de maio. Sendo que no dia 18 de maio será na modalidade EaD. As inscrições devem ser feitas no Portal de Acessibilidade http://www.portaldeacessibilidade.rs.gov.br/.

O presidente da Faders Acessibilidade e Inclusão, Roque Bakof, destaca que as capacitações trabalham a socialização, humanização e orientação dos professores e profissionais sobre a importância da inclusão, incentivando-os a assumir uma postura mais ativa diante do processo inclusivo, contribuindo para o desenvolvimento e construção da autonomia da pessoa com deficiência.   

Sistema Braille – O sistema Braille é um processo de escrita e leitura baseado em 64 símbolos em relevo, resultantes da combinação de até seis pontos dispostos em duas colunas de três pontos cada. Pode-se fazer a representação tanto de letras, como algarismos e sinais de pontuação. Ele é utilizado por pessoas cegas ou com baixa visão, e a leitura é feita da esquerda para a direita, ao toque de uma ou duas mãos ao mesmo tempo. 

Fonte: 
ASCOM/Faders Acessibilidade e Inclusão


Publicações Recentes