Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

Programa de Atenção aos Servidores com Deficiência UFSM

  • Número de registro no SIE: 040460
  • Status: em andamento
  • Coordenadores: 
    • Assistente Administrativo Cristian Evandro Senhem (Núcleo de Acessibilidade)
    • Andressa Fighera (Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas)
  • Co-orientadores: 
    • Profª. Sílvia Maria de Oliveira Pavão (Núcleo de Acessibilidade),
    • Administradora Neiva Maria Cantarelli (Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas),
    • Assistente em Administração Carlos Augusto Cunha Filho (Coordenadoria de Saúde e Qualidade de Vida do Servidor – PROGEP),
    • Médica Liliani Mathias Brum (Perícia Oficial em Saúde – PROGEP), 
  • Participantes: 
    • Assistente em Administração Alice Moro Neocatto (Núcleo de Avaliação e Movimentação Funcional – PROGEP),
    • Assistente Social Andréa Fão Carloto (Perícia Oficial em Saúde – PROGEP), 
    • Assistente Social Fabiane Marcia Drews (Perícia Oficial em Saúde – PROGEP),
    • Técnica em Assuntos Educacionais Gabriela Dalcin da Fonseca (Núcleo de Ingresso – PROGEP),
    • Técnica em Segurança do Trabalho Natália San Martim dos Santos (Núcleo de Segurança do Trabalho – PROGEP),
    • Assistente em Administração Patrícia Nunes Pezzini (Núcleo em Educação e Desenvolvimento – PROGEP),
    • Programador Visual Roberto Lima Bordin (Revista – CCNE).
  • Objetivo Geral: Atuar na inclusão dos servidores com deficiência, no âmbito da Universidade Federal de Santa Maria, permitindo a avaliação das condições de acessibilidade e tecnologias assistivas oferecidas pela instituição e a identificação de aspectos relevantes para a qualidade de vida no trabalho.
  • Objetivos Específicos: 
    • Realizar o mapeamento dos processos adotados pela Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, desde o ato da nomeação do servidor público com deficiência até o momento de sua lotação, de modo a aperfeiçoá-los; 
    • Realizar o mapeamento dos servidores com deficiência na Universidade Federal de Santa Maria;
    • Acompanhar os servidores com deficiência, suas chefias e colegas de setor, quando necessário, a fim de orientar, solucionar alguma dificuldade específica, ou implementar uma nova estratégia;
    • Conhecer as condições de trabalho dos servidores com deficiência da instituição, identificando fatores críticos que afetam a qualidade de vida no trabalho;
    • Propor ações de melhoria, a partir da identificação de fatores críticos, que contribuam para a qualidade de vida no trabalho das pessoas com deficiência da Universidade Federal de Santa Maria.
  • Resumo do projeto: O Programa de Atenção aos Servidores com Deficiência da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) tem como propósito atuar na inclusão dos servidores com deficiência, no âmbito da Universidade Federal de Santa Maria, permitindo a avaliação das condições de acessibilidade e tecnologias assistivas oferecidas pela instituição e a identificação de aspectos relevantes para a qualidade de vida no trabalho dos servidores com deficiência. No referencial teórico deste projeto, são abordadas questões norteadoras acerca da acessibilidade e tecnologias assistivas, da qualidade de vida no trabalho, bem como uma breve descrição do Núcleo de Acessibilidade e da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, responsáveis pela condução do Programa proposto. A metodologia descrita tem finalidades práticas, e envolve o aperfeiçoamento de processos vinculados ao assunto, bem como a execução de atividades que possibilitem conhecer a realidade em que estão inseridos os servidores com deficiência e a proposição de ações de melhorias, a partir da identificação de fatores críticos e potencialidades existentes.
  • Atividades desenvolvidas:
    • Revisão dos fluxos de ingresso;
    • Atualização da legislação e conceitos relacionados;
    • Busca de recursos junto a Proplan; 
    • Criação de logomarca;
    • Desenvolvimento de formulários de avaliação da acessibilidade e tecnologia assistiva;
    • Levantamento dos Servidores com deficiência atualmente lotados na UFSM.
  • Principais Resultados: Em 2015, o projeto foi registrado no Sistema de Informação para o Ensino – SIE/UFSM. Realizaram-se reuniões seqüenciais de sua equipe coordenadora, com um período de interrupção entre os meses de maio  e outubro devido à greve dos Técnicos-administrativos em Educação. No decorrer do ano ingressaram novos setores e profissionais com atuação no processo de seleção, ingresso e lotação dos servidores com deficiência, ampliando e aperfeiçoando-se os debates e a consistência deste projeto. Deste modo, deram-se algumas mudanças nas estratégias de alcance e apoio ao público-alvo, divididos em Servidores que ingressarão e que já estão lotados na UFSM, mudanças estas que já refletiram-se no olhar e em alguns processos institucionais. Assim, para 2016 o projeto estará com seus objetivos mais estruturados e a proposta é de logo no início do ano aplicarem-se as primeiras ações de divulgação, busca e apoio aos servidores com deficiência na UFSM, bem como o aprimoramento dos processos de ingresso e lotação. E, a partir das respostas e barreiras declaradas, fortalecer as ações de acessibilidade e de tecnologia assistiva nos espaços de trabalho.