Ir para o conteúdo CAED Ir para o menu CAED Ir para a busca no site CAED Ir para o rodapé CAED
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Sobre

As ações direcionadas à aprendizagem são antigas na Universidade Federal de Santa Maria: “O serviço de atendimento ao estudante existe desde 1970, como antigo Serviço de Orientação Educacional (SOE) – vinculado à Pró-reitoria de Assuntos Estudantis e, posteriormente, como órgão suplementar do Centro de Educação. Com o tempo, foi reformulado, passando a denominar-se, em 1995, Serviço de Orientação Educacional, Psicopedagógica e Profissional do Ensino Superior e, em 1998, Ânima – Núcleo de Apoio ao Estudante (POZOBON et al., 2008). Em 2016, com a criação da Coordenadoria de Ações Educacionais, o serviço de atendimento ao estudante passa a ser realizado institucionalmente pela CAED, que agrega, ainda, as ações desenvolvidas pelo Núcleo de Acessibilidade (criado em 2008) e pelo Núcleo de Ações Afirmativas (com ações vigentes desde 2007, mas oficialmente como Núcleo desde 2016)” (FIORIN, 2018, p. 105-106). O serviço voltado às questões de aprendizagem passa, assim, a ser denominado: Núcleo de Apoio à Aprendizagem.

No início de 2021, com o processo de modernização administrativa da UFSM, que ainda está em desenvolvimento, a Coordenadoria de Ações Educacionais (CAED) passou a integrar a estrutura da Pró-reitoria de Graduação. Nesse novo organograma, seus Núcleos passaram a ser reconhecidos como Subdivisões: de Acessibilidade, de Apoio à Aprendizagem e de Ações Afirmativas Sociais, Étnico-raciais e Indígenas. Ainda em 2021, os atendimentos psicológicos passaram a ser desenvolvidos e geridos pela CAED, saindo do  setor de Apoio à Aprendizagem ao qual pertenciam desde a sua origem.

Atualmente, o Apoio à Aprendizagem da CAED-UFSM tem como foco a aprendizagem e a conclusão de curso dos estudantes da Universidade Federal de Santa Maria, visando contribuir para o enfrentamento de dificuldades no contexto universitário e o melhor aproveitamento acadêmico. Trabalha com orientações e discussões de questões pertinentes ao processo educativo, como forma de sugerir possibilidades de superação das dificuldades encontradas, contribuir para que os estudantes aproveitem ao máximo suas potencialidades e favorecer os processos de ensino, aprendizagem e educação continuada.

Desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão a partir de uma abordagem interdisciplinar, com ênfase na aprendizagem. Oferece:

  • Acompanhamento aos estudantes Resolução 33/2015;
  • Atendimento pedagógico;
  • Avaliação psicopedagógica;
  • Monitorias nas áreas de Física, Química, Matemática, Língua Portuguesa e Produção Textual;
  • Orientações à comunidade acadêmica;
  • Orientações Resolução 33/2015 aos servidores;
  • Palestras e minicursos na área da Educação e Saúde;
  • Materiais de orientação em Educação e Saúde Mental.

Objetivos:

Orientar e assistir a comunidade universitária por meio de uma abordagem interdisciplinar de promoção, potencialização, qualificação e ressignificação dos processos de ensino e aprendizagem.

Áreas de atuação:

Pedagogia

Abrange aspectos referentes à organização do estudante em seu curso e na universidade, assim como, o acompanhamento e orientação para a organização e cumprimento das atividades acadêmicas.

Psicologia

A partir de palestras e minicursos, busca promover um espaço de acolhimento e desenvolvimento de temáticas na área da saúde mental e educação, de cunho informativo e preventivo.

Psicopedagogia

Utiliza diferentes técnicas para ajudar os estudantes a lidar com dificuldades relacionadas à rotina de estudo, estilos de aprendizagem e organização, que interferem em seu processo de aprendizagem e bom aproveitamento acadêmico. Procura orientar o estudante quanto a sua forma de estudar, seu local de estudo, as estratégias de que poderá utilizar-se para aprender, se tornando agente de seu próprio conhecimento.

 

Fonte: FIORIN, Bruna Pereira Alves. Reestruturação da Educação Superior e ações direcionadas à permanência e diplomação do estudante com necessidades educacionais especiais. 2018. 261p. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2018. Disponível em: <https:// repositorio.ufsm.br/handle/1/14115>. Acesso em: 06 fev. 2019.