Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

Ingresso/Reingresso

Há 5 modalidades de ingresso previstas na Resolução 013/2015 da UFSM, que dispõe sobre essa forma de seleção na Universidade, as quais estão listadas e brevemente explicadas a seguir. Cabe lembrar que, conforme a Resolção 013/2015, cada curso de graduação da UFSM tem autonomia para elencar quais serão as modalidades aceitas no seu curso, além de estabelecer critérios complementares à definição dessas modalidades básicas. Todas as normas de cada curso são expressas na Parte Específica por curso dos editais de Ingresso/Reingresso da UFSM, publicados pela PROGRAD/DERCA:

Para candidatos que tenham abandonado ou cancelado o curso de graduação da UFSM para o qual pretendam retornar.

Para candidatos que tenham abandonado ou cancelado um curso de graduação da UFSM, por sua iniciativa, e pretendam ingressar em curso diferente daquele que foi abandonado.

Para candidatos regularmente matriculados ou com trancamento total do semestre em cursos de graduação da UFSM.

Para candidatos regularmente matriculados ou com trancamento total em cursos de outras Instituições de Ensino Superior.

Para candidatos diplomados em cursos de graduação reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC).

Perguntas frequentes:

Em primeiro lugar, cada Coordenação de Curso ou Colegiado define as suas modalidades de ingresso, normas e critérios e envia o seu edital ao Departamento de Registro e Controle Acadêmico – DERCA da UFSM, o qual organiza todos os editais e faz uma publicação única com todos os Cursos que estão ofertando vagas no semestre. Em seguida, o candidato poderá ter acesso às normas do Curso de seu interesse e verificar se se enquadra nas exigências. A seleção é feita por cada Curso de Graduação, sempre regida por meio de edital de Ingresso e Reingresso. Na primeira parte dos editais de Ingresso/Reingresso constam normas gerais da seleção, que é chamada de Parte Geral. Na segunda parte dos editais de Ingresso e Reingresso, Parte Específica, é que estão estabelecidos critérios e normas de cada Curso de Graduação. Isto é, no edital de seleção por Ingresso/Reingresso constam os cursos participantes, o número de vagas oferecidas, quais as modalidades são aceitas em cada curso, bem como todos os critérios para a seleção que variam de curso para curso. 

Os editais são publicados semestralmente, sempre nas datas previstas no Calendário Acadêmico do ano corrente, o que garante ingresso de alunos transferidos e reingressos nos dois semestres letivos de cada ano. Alguns cursos ofertam vagas em apenas um dos editais, para ingresso no 1º semestre, outros para ingresso apenas no 2º e outros participam dos dois editais, com ingresso no 1º e no 2º semestre. A participação dos cursos nos editais de Ingresso/Reingresso depende do número de vagas disponíveis e das condições do curso em receber os alunos. Para selecionar candidatos que vão ingressar no 1º semestre letivo do ano corrente, a seleção acontece sempre no final do ano anterior, sendo o edital publicado no mês de setembro ou outubro. Para selecionar candidatos que vão ingressar no 2º semestre letivo do ano corrente, geralmente, o edital é publicado em maio do mesmo ano. Fique atento ao Calendário Acadêmico para saber o dia exato da publicação do edital e não perder os prazos pertinentes à seleção.

A) O primeiro passo é o candidato ler o edital da seleção e escolher uma das modalidades previstas na Parte Específica do curso de interesse, observando os critérios que definem a respectiva modalidade para ter certeza de que atente aos requisitos do curso;

B) Eleita a modalidade, o candidato deve realizar a inscrição via web pelo site do DERCA e sua homologação via pagamento ou isenção da taxa de inscrição.

C) O candidato deve enviar à Coordenação/Secretaria do Curso os documentos descritos no QUADRO 1 da Parte Específica do curso de interesse, obedecendo o prazo de envio/entrega estipulado no CRONOGRAMA do edital.

D) Se aprovado na seleção feita pelo Curso, o candidato deverá realizar a Confirmação de Vaga (Confirmação web + entrega de documentos pessoais) e matrícula em disciplinas, conforme orienta a Parte Geral do edital.

Isso vai depender das normas estabelecidas na Parte Específica do curso de seu interesse, sendo necessário aguardar a publicação do edital para conferir todas as normas e verificar se você atende aos requisitos.

É possível sim participar da seleção de mais de um curso, basta se inscrever e pagar, dentro do prazo do vencimento, todas as inscrições de seu interesse. Quanto à participar de mais de uma seleção, o importante é conferir se os cursos pretendidos exigem algum tipo de prova de seleção ou entrevista, quando será necessária a sua presença, e se elas serão aplicadas em dias e horários diferentes para que você possa comparecer  e cumprir todas as exigências de cada edital.

Sim, em todos os editais existe prazo para solicitação de isenção da taxa de inscrição para candidatos membros de familias de baixa renda, que estão inscritos Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), de acordo com o Decreto Nº 6.593, de 02 de outubro de 2008.

Não, você não poderá cursar dois. É possível se inscrever em mais de um curso e participar de mais de uma seleção, mas se você for aprovado em mais de um, deverá optar. Conforme a Lei nº 12.089, de 11 de novembro de 2009, não é possível cursar simultaneamente dois cursos de graduação em instituições públicas: nem na mesma instituição, nem em instituições diferentes. 

Isso depende do que consta na Parte Específica por curso do edital de seleção, considerando que cada Coordenação/Colegiado de curso tem autonomia para estabelecer os critérios de seleção que julgar apropriados. É mandatório consultar o edital específico do curso para conferir se estão sendo ofertadas vagas, se é aceita a modalidade de Transferência Interna e se o edital prevê a possibilidade de participação de candidatos matriculados em curso idêntico, mas em turno diferente. Essas dúvidas mais pontuais são esclarecidas apenas consultando a Parte Específica por curso do edital de seleção de Ingresso/Reingresso.  

Isso depende do que consta na Parte Específica por curso do edital de seleção, considerando que cada Coordenação/Colegiado de curso tem autonomia para estabelecer os critérios de seleção que julgar apropriados. Alguns cursos possibilitam transferências (interna ou externa) ou reingresso de alunos vindos de qualquer curso, mesmo que sejam de áreas diferentes, mas outros exigem afinidade entre os cursos e currículos, até para possibilitar o aproveitamento de disciplinas no curso da UFSM. Essas dúvidas mais pontuais são esclarecidas apenas consultando a Parte Específica por curso do edital de Ingresso/Reingresso.  

Se estiver dentro do prazo de inscrição: é necessário fazer outra inscrição e pagar o novo boleto para validar a segunda inscrição. Se o prazo de inscrição já tiver acabado, não é possível trocar de curso. Em caso de pagamento da primeira inscrição, informamos que o valor não será restituido, sob qualquer hipótese e se o pagamento da primeira inscrição não for feito, ela será desconsiderada automaticamente.

Se estiver dentro do prazo de inscrição: é necessário fazer outra inscrição para o mesmo curso e selecionar a nova modalidade; depois disso, é preciso pagar o novo boleto para validar a segunda inscrição. Se o prazo de inscrição já tiver acabado, não é possível trocar de modalidade. Em caso de pagamento da primeira inscrição, informamos que o valor não será restituido, sob qualquer hipótese e se o pagamento da primeira inscrição não for feito, ela será desconsiderada automaticamente. 

Infelizmente, não há o que fazer, a sua inscrição não será validada e você não poderá concorrer à vaga de interesse.

Não, a UFSM não devolve, até porque, o valor arrecadado é por meio de Guia de Recolhimento da União – GRU, o qual é creditado diretamente em contas do Governo Federal.

Agora você deve consultar novamente a Parte Específica do curso para o qual se inscreveu e conferir mais uma vez quais são os documentos exigidos pelo curso, qual é a forma de recebimento desses documentos (presencial ou SEDEX); qual é o endereço para envio ou local e horário para entrega do envelope; verificar se tem entrevista ou prova, etc. 

Não, isso não é possivel. Você deve seguir expressamente todas as normas do edital para que a sua inscrição seja considerada. Não cumprir qualquer norma editalícia elimina o candidato.   

Você deve procurar na Parte Especifica do curso pretendido o telefone, e-mail e endereço da Coordenação para fazer contato direto com o curso, que é o responsável pelo edital. Se optar pelo e-mail, lembre que a Coordenação pode ter bastante demanda e a resposta pode demorar. Cuide para não perder os prazos estabelecidos no edital, se o e-mail não for respondido logo, ligue ou compareça ao Curso.

Sim, pois não entregar qualquer documento obrigatório exigido na Parte Geral ou Específica do edital implica desclassificação. 

Se você for selecionado, isso provavelmente deve acontecer. Geralmente, para participar da seleção ou durante a primeira semana de aula deverá ser apresentado na Coordenação do Curso os programas didáticos das disciplinas já cursadas. A comissão de seleção do ingresso/reingresso vai avaliar todos os programas e históricos dos candidatos e terá condições de informar quais disciplinas podem dispensar outras. Isso acontece para a seleção por ingresso/reingresso, ou nas primeiras semanas de aulas. O aluno e o coordenador preenchem e assinam um formulário de dispensa e enviam para o DERCA registrar no histórico escolar da UFSM.