Ir para o conteúdo DAG Ir para o menu DAG Ir para a busca no site DAG Ir para o rodapé DAG
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 004 Medalha da Inconfidência



Fotografia em preto e branco. Em uma base retangular de veludo escuro, deita uma medalha. Tem formato arredondado, com quatro folhas em formato triangular, com bordas em contorno branco. Interligando as folhas, há fios trançados na cor branca. Ao centro dela há um círculo branco emoldurando um triângulo, onde aparecem as estrelas do Cruzeiro do Sul. Ela possui uma fita larga em sua presilha.

A Inconfidência Mineira foi um movimento que ocorreu em Minas Gerais, mais importante região aurífera e diamantífera brasileira, no ano de 1789, devido à insatisfação do povo em se submeter aos comandos e a exploração de sua Metrópole, Portugal. Seguidos por Tiradentes, líder da inconfidência, o Brasil buscava sua independência em relação a Portugal.

Em julho de 1952, foi criada a Medalha da Inconfidência, pelo Governador Juscelino Kubitschek a qual é entregue sempre no dia 21 de abril, feriado de Tiradentes, com outras três designações: Grande Colar (Comenda Extraordinária), Grande Medalha e Medalha de Honra. A medalha é entregue a cidadãos que contribuem com a sociedade e servem de exemplo aos demais, nos fazendo lembrar as virtudes de Tiradentes, um dos maiores contribuintes do nosso país.

O Prof. Derblay Galvão, Reitor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no período de 1977 até 1981, no seu último ano de gestão, foi um dos que tiveram a honra de receber essa medalha.

Derblay Galvão nasceu em 1928 e formou-se em Agronomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O seu ingresso na UFSM aconteceu quando ainda era agrônomo no Instituto Rio-Grandense do Arroz (IRGA), quando assumiu como professor da Faculdade de Agronomia. Assumiu outros cargos na instituição antes de ser o terceiro Reitor da UFSM: Diretor do Centro de Ciências Rurais, Vice-Reitor na gestão de Hélios Homero Bernardi, Presidente do VII Festival Hípico da UFSM.

No ano de 2015 o total de ganhadores da Medalha da Inconfidência foi de quarenta e oito pessoas, entre elas, João Pedro Stédile, líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), nascido também no Rio Grande do Sul.

Texto: Danielle Godoy Espindola, acadêmica do 1º semestre do Curso de Arquivologia da UFSM.

Audiodescrição da imagem: Fotografia em preto e branco. Em uma base retangular de veludo escuro, deita uma medalha. Tem formato arredondado, com quatro folhas em formato triangular, com bordas em contorno branco. Interligando as folhas, há fios trançados na cor branca. Ao centro dela há um círculo branco emoldurando um triângulo, onde aparecem as estrelas do Cruzeiro do Sul. Ela possui uma fita larga em sua presilha.

Comissão de Audiodescrição da UFSM.

Artigo em Libras

Publicações Recentes