Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 043 Restaurante da Universidade



Foto horizontal em preto e branco de um restaurante com dezenas de jovens sentados junto a mesas e outros em pé. O restaurante é amplo, alto, tem paredes brancas, teto e piso claros e seis colunas de sustentação. As mesas são retangulares, com tampo claro e espaço para quatro cadeiras. As cadeiras são de polipropileno, em forma de concha e  pés de metal preto. Os jovens têm pele clara e, a maioria, cabelos curtos e escuros. Vestem camiseta de manga curta e calça jeans. Estão sentados às mesas em duplas, trios ou sozinhos e alguns sorriem. Têm as mãos próximo à refeição servida em bandejões individuais de inox com compartimentos para cada alimento. No canto inferior direito, sobre uma das mesas, há três bandejões com pouco alimento, dois copos, um paliteiro e duas pastas pretas. Bem ao fundo, junto às paredes, cerca de quarenta pessoas em pé, dispostas em forma similar a uma fila.

O primeiro contrato para exploração de restaurante, copa e bar desta universidade foi firmado em maio de 1963, entre a USM e Augusto Alves Pereira Filho e Ernesto Ferreira Rodrigues de Deus. O edital de concorrência pública foi encaminhado pelo Departamento de Administração Central (DAC). Rodrigues era português e mudou-se para o Brasil a fim de trabalhar como cozinheiro de Juscelino Kubitscheck, ex-presidente da República, vindo depois morar em Santa Maria.

Nesta época autoridades e políticos que participavam de eventos ou visitavam o Reitor almoçavam no restaurante. Antes da incorporação do RU pela administração central da UFSM havia também um espaço separado do salão principal que servia aos professores cardápio diferenciado daquele servido aos alunos.

No final de sua gestão, o Reitor Mariano recebeu um abaixo assinado de 218 usuários do Restaurante da Universidade solicitando que o restaurante fosse administrado e dirigido única e exclusivamente pela universidade e não por concessionários particulares. No entanto, somente em 1984 passou a estar vinculado e coordenado pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), como órgão suplementar central da UFSM.

O Restaurante Universitário do campus foi inaugurado em 1975, e segundo Marlene do Carmo Chagas, cozinheira do RU por mais de 40 anos, foram servidos mais de 600 quilos de camarão no dia do evento.

 Hoje o RU serve mais de 5000 refeições por dia em três espaços: RU Campus, RU Campus Refeitório II e RU Centro. A partir de abril de 2016 é oferecida gratuidade nas refeições para os 3,5 mil estudantes que possuem benefício socioeconômico na instituição, benefício este já garantido no Plano Nacional de Assistência Estudantil. Nas férias de verão deste mesmo ano foi realizado um piloto de agendamento nas refeições para evitar desperdício e reduzir filas.

Texto: Cristina Strohschoen dos Santos, arquivista do Departamento de Arquivo Geral da UFSM.

Audiodescrição da imagem: Foto horizontal em preto e branco de um restaurante com dezenas de jovens sentados junto a mesas e outros em pé. O restaurante é amplo, alto, tem paredes brancas, teto e piso claros e seis colunas de sustentação. As mesas são retangulares, com tampo claro e espaço para quatro cadeiras. As cadeiras são de polipropileno, em forma de concha e  pés de metal preto. Os jovens têm pele clara e, a maioria, cabelos curtos e escuros. Vestem camiseta de manga curta e calça jeans. Estão sentados às mesas em duplas, trios ou sozinhos e alguns sorriem. Têm as mãos próximo à refeição servida em bandejões individuais de inox com compartimentos para cada alimento. No canto inferior direito, sobre uma das mesas, há três bandejões com pouco alimento, dois copos, um paliteiro e duas pastas pretas. Bem ao fundo, junto às paredes, cerca de quarenta pessoas em pé, dispostas em forma similar a uma fila.

Comissão de Audiodescrição da UFSM.

Artigo de Libras


Publicações Recentes