Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 048 Museu Educativo Gama D’Eça



Fotografia retangular colorida de mulher e homem, em plano americano, diante da porta de um prédio, segurando um laço de fita na cor verde e amarela. A mulher, à esquerda, está de perfil para a direita e segura a fita com as duas mãos. Ela tem estatura média, pele clara, magra, cabelos ondulados, na cor castanho escuro, um pouco abaixo do ombro e caídos sobre o rosto. Veste um casaco xadrez preto e branco com detalhes em listras amarelas. O homem, à direita, está de perfil para a esquerda e segura a fita com a mão direita. Ele tem estatura alta, pele clara, magro e cabelos grisalhos penteados para trás. Veste um terno da cor cinza, camisa social branca e gravata lilás. Ao lado da mulher, à  direita, há outras pessoas: parte da cabeça de um homem  de cor clara, cabelos pretos e calvo na testa,  além de parte de cabelos ruivos, femininos. À esquerda do homem, parte do braço de uma  pessoa, que segura uma câmera de  filmagem profissional na cor preta. Ao fundo, porta grande, de  duas  folhas, na  cor marrom com vidros opacos em  forma geométrica, composta por triângulos e losangos.

O Museu Educativo Gama D’Eça foi criado em julho 1968 durante o período de gestão do fundador e reitor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) José Mariano da Rocha Filho e situava-se no atual prédio do Centro de Educação. Seu objetivo era aproximar não somente o estudante, mas também a comunidade santamariense dos museus e a forma em que se transmite o conhecimento, mostrando uma origem comum a nossa cultura.

No inicio dos anos 80 foi anexado ao Gama D’Eça o Museu Victor Bersani, adicionando um total de 3.500 peças ao seu acervo, contendo em maior parte peças na área da História. Porem devido a falta de espaço físico as peças do Bersani continuaram a serem expostas no antigo prédio da Sociedade União dos Caixeiros Viajantes (SUCV).

Em 1985 os dois Museus foram unidos em uma única estrutura física, transferindo-se para o palacete do Dr. Astrogildo Cezar de Azevedo, na Rua Acampamento, onde se encontra até hoje em funcionamento, com visitas individuais e para grupos mediante a agendamento de horário.

Por motivo de reformas em seu jardim o Museu Educativo ficou fechado em 1998, havendo uma solenidade de reinauguração com participação do Reitor Paulo Jorge Sarkis e família de Mariano da Rocha. O jardim do palacete é histórico, tendo sido objeto de estudos de intervenção arquitetônica para resgatá-lo. É composto de um minicastelo que servia de minizoológico, de canteiros com formato dos naipes das cartas de baralhos e de um serpentário.

Com colaboração dos centros da UFSM realiza diversas exposições que, contemplando múltiplas áreas do conhecimento, aproxima dele diferentes públicos. Atualmente o museu conta com um acervo de cerca de 13.000 peças.

Texto: Vagner Fabris, Acadêmico do 5° semestre do Curso de Historia da UFSM.

Audiodescrição da imagem: Fotografia retangular colorida de mulher e homem, em plano americano, diante da porta de um prédio, segurando um laço de fita na cor verde e amarela. A mulher, à esquerda, está de perfil para a direita e segura a fita com as duas mãos. Ela tem estatura média, pele clara, magra, cabelos ondulados, na cor castanho escuro, um pouco abaixo do ombro e caídos sobre o rosto. Veste um casaco xadrez preto e branco com detalhes em listras amarelas. O homem, à direita, está de perfil para a esquerda e segura a fita com a mão direita. Ele tem estatura alta, pele clara, magro e cabelos grisalhos penteados para trás. Veste um terno da cor cinza, camisa social branca e gravata lilás. Ao lado da mulher, à  direita, há outras pessoas: parte da cabeça de um homem  de cor clara, cabelos pretos e calvo na testa,  além de parte de cabelos ruivos, femininos. À esquerda do homem, parte do braço de uma  pessoa, que segura uma câmera de  filmagem profissional na cor preta. Ao fundo, porta grande, de  duas  folhas, na  cor marrom com vidros opacos em  forma geométrica, composta por triângulos e losangos.

Audiodescritora roteirista: Josefa Lidia Costa Pereira
Audiodescritor consultor: Cristian Sehnem

Artigo em Libras


Publicações Recentes