Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 057 1° Festival de Ginástica Rítmica Desportiva em 1981



Fotografia horizontal em preto e branco de três ginastas em uma apresentação com fitas, sobre um tablado de madeira, em um ginásio de esportes. Elas têm cerca de 16 anos de idade, a pele clara, cabelos escuros e curtos e vestem colants escuros com detalhes claros na altura dos ombros e mangas. Têm os semblantes sérios e estão posicionadas em oblíquo uma da outra, com a da esquerda à frente. A mão delas está erguida, acima da cabeça, segurando uma fita de cerca de 4 metros de comprimento com a qual formam um grande laço ao redor de cada uma. Ao fundo, três cestas de basquete e, à esquerda, pessoas sentadas em cadeiras, assistindo à apresentação.

A ginástica rítmica foi criada e desenvolveu-se no início do século XX com um novo conceito, era uma prática exclusiva para mulheres. O esporte nasceu de uma combinação de técnicas de movimentos, terapia respiratória, relaxamento e dança, entre outros. Ainda chamada na época de ginástica moderna, o primeiro campeonato mundial realizou-se em 1963. A ginástica rítmica foi introduzida no currículo da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) pela professora Jacira Paixão no ano de 1978, e permanece até os dias de hoje como disciplina do curso de Educação Física. Em 1981 aconteceu o I Festival de Ginástica Rítmica Desportiva, que reuniu doze escolas locais através de um projeto de extensão realizado pela universidade e deu visibilidade a essa modalidade.

Texto: Raabe Balsamo, Acadêmica do 1º semestre do Curso de História da UFSM.

Audiodescrição da imagem: Fotografia horizontal em preto e branco de três ginastas em uma apresentação com fitas, sobre um tablado de madeira, em um ginásio de esportes. Elas têm cerca de 16 anos de idade, a pele clara, cabelos escuros e curtos e vestem colants escuros com detalhes claros na altura dos ombros e mangas. Têm os semblantes sérios e estão posicionadas em oblíquo uma da outra, com a da esquerda à frente. A mão delas está erguida, acima da cabeça, segurando uma fita de cerca de 4 metros de comprimento com a qual formam um grande laço ao redor de cada uma. Ao fundo, três cestas de basquete e, à esquerda, pessoas sentadas em cadeiras, assistindo à apresentação.

Audiodescritora roteirista: Cristina Strohschoen dos Santos

Audiodescritor consultor: Cristian Sehnem

Artigo em Libras


Publicações Recentes