Ir para o conteúdo DAG Ir para o menu DAG Ir para a busca no site DAG Ir para o rodapé DAG
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 077 Pianista Jean Sebastian Benda – Faculdade de Belas Artes em 1966



Fotografia vertical em preto e branco de dois homens, enquadrados dos joelhos para cima, olhando para uma partitura sobre um piano, em frente a uma parede branca. O homem da esquerda está sentado, de perfil direito, tem pele clara, cabelos escuros, curtos e arrepiados, testa larga, nariz comprido e a expressão facial concentrada. Usa terno claro e camisa estampada e tem o braço direito levantado na altura do ombro, cuja mão está sobre a partitura, com o dedo indicador apontado para uma das notas. Ao lado esquerdo deste está o outro homem, em pé, de frente e levemente curvado. Ele tem a pele clara, cabelos curtos, lisos e penteados para trás e também tem expressão concentrada. Usa terno escuro, relógio na mão direita e na boca um charuto escuro. Com o braço esquerdo apoiado sobre o piano, ele segura a borda superior da partitura com as pontas dos dedos e, a borda inferior, com as pontas dos dedos da mão direita. O piano é escuro e de madeira, está à direita, com o teclado virado para os homens, e aparece apenas a metade da caixa do instrumento.

Jean Sebastian Benda foi um músico suíço que dedicou-se ao estudo do piano e composição no Conservatório de Música de Genebra. Após a conclusão de seus estudos, continuou a estudar piano e teve uma intensa carreira de apresentações pela Europa, Ásia e Américas ao lado do seu mestre, o pianista Edwin Fischer. Benda veio para o Rio Grande do Sul e a partir de 1965 foi professor da Faculdade de Belas Artes da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) promovendo o Concurso para Jovens Músicos cuja realização aconteceu até 2013. Viveu no Brasil durante 29 anos, voltando a sua terra natal em 1981 juntamente com a esposa, a pedagoga Luzia Dias e seus cinco filhos músicos. A sala de concertos do Curso de Música da UFSM leva seu nome, devido a sua importância e contribuição à música no Brasil.

Texto: Raabe Balsamo, acadêmica do 3º semestre do Curso de História da UFSM.

Audiodescrição da imagem: Fotografia vertical em preto e branco de dois homens, enquadrados dos joelhos para cima, olhando para uma partitura sobre um piano, em frente a uma parede branca. O homem da esquerda está sentado, de perfil direito, tem pele clara, cabelos escuros, curtos e arrepiados, testa larga, nariz comprido e a expressão facial concentrada. Usa terno claro e camisa estampada e tem o braço direito levantado na altura do ombro, cuja mão está sobre a partitura, com o dedo indicador apontado para uma das notas. Ao lado esquerdo deste está o outro homem, em pé, de frente e levemente curvado. Ele tem a pele clara, cabelos curtos, lisos e penteados para trás e também tem expressão concentrada. Usa terno escuro, relógio na mão direita e na boca um charuto escuro. Com o braço esquerdo apoiado sobre o piano, ele segura a borda superior da partitura com as pontas dos dedos e, a borda inferior, com as pontas dos dedos da mão direita. O piano é escuro e de madeira, está à direita, com o teclado virado para os homens, e aparece apenas a metade da caixa do instrumento.

Audiodescritora roteirista: Pricila Arrojo da Silva

Audiodescritor consultor: Cristian Sehnem

Artigo em Libras

Publicações Recentes