Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 089 Alunos do Método Suzuki na Escolinha Girassol em 1981



Fotografia horizontal em preto e branco de jovens violinistas sob a regência de uma freira em uma sala de aula. Os violinistas são adolescentes e estão sentados em semi-círculo: duas meninas à esquerda e dois meninos à direita. A primeira violinista tem cabelo escuro e liso e veste calça e casaco de abrigo escuro com três listras brancas nas laterais; Enquanto a outra tem cabelo curto, escuro e liso e veste blusão de lã claro. À direita, o primeiro violinista tem cabelo crespo e curto e veste moletom de gola pólo, calça jeans, meia clara e sapato mocassim escuro; enquanto o outro tem cabelo curto, escuro e liso e veste moletom escuro, calça jeans e tênis claro. Os quatro têm os violinos apoiados ao ombro direito e seguram o arco com a mão esquerda. À frente deles, quatro estantes de madeira sobre as quais estão a pauta musical. No centro e ao fundo da fotografia uma senhora, em pé, com os braços esticados e voltados para frente, e mãos erguidas e espalmadas, regendo. Ela tem pele clara, cabelos claros e veste um hábito escuro e longo, sob o qual usa camisa clara cujo colarinho, claro, tem um camafeu entre as lapelas. Á sua frente, uma estante de metal sobre a qual está a pauta musical. E atrás dela, uma mesa pequena, de madeira, com um estojo para violino. As paredes da direita e do fundo estão cobertas por cortinas claras e a da esquerda tem uma janela de madeira, fechada, com um arranjo de folhagens abaixo. O piso é de madeira escura.

Graças a iniciativa de uma irmã de Schoenstatt, a austríaca Maria Wilfried, Santa Maria foi uma das primeiras cidades brasileiras a implantar o Método Suzuki de violino, em 1974. A técnica começou a ser ensinada apenas para crianças e mais tarde adolescentes e adultos foram aprendendo. Sete anos após a iniciativa, em julho de 1981, uma equipe de alunos do Grupo Suzuki do Curso Extraordinário de Música da UFSM, acompanhada pela professora Wilfried, do Centro de Artes e Letras estiveram nos Estados Unidos, onde participaram de três cursos de especialização no Método Suzuki. Os participantes de Santa Maria foram os alunos Milene Moreira, Naira Doeler, Thais Moreira e Paulo Ricardo Pinto. O método Suzuki só é considerado sucesso se houver a participação ativa dos pais, assistindo às aulas, aprendendo e realizando o papel de professor em casa.

Texto: Lidiane Castagna Gonçalves, acadêmica do 2º semestre do Curso de Desenho Industrial da UFSM.

Audiodescrição da imagem: Fotografia horizontal em preto e branco de jovens violinistas sob a regência de uma freira em uma sala de aula. Os violinistas são adolescentes e estão sentados em semi-círculo: duas meninas à esquerda e dois meninos à direita. A primeira violinista tem cabelo escuro e liso e veste calça e casaco de abrigo escuro com três listras brancas nas laterais; Enquanto a outra tem cabelo curto, escuro e liso e veste blusão de lã claro. À direita, o primeiro violinista tem cabelo crespo e curto e veste moletom de gola pólo, calça jeans, meia clara e sapato mocassim escuro; enquanto o outro tem cabelo curto, escuro e liso e veste moletom escuro, calça jeans e tênis claro. Os quatro têm os violinos apoiados ao ombro direito e seguram o arco com a mão esquerda. À frente deles, quatro estantes de madeira sobre as quais estão a pauta musical. No centro e ao fundo da fotografia uma senhora, em pé, com os braços esticados e voltados para frente, e mãos erguidas e espalmadas, regendo. Ela tem pele clara, cabelos claros e veste um hábito escuro e longo, sob o qual usa camisa clara cujo colarinho, claro, tem um camafeu entre as lapelas. Á sua frente, uma estante de metal sobre a qual está a pauta musical. E atrás dela, uma mesa pequena, de madeira, com um estojo para violino. As paredes da direita e do fundo estão cobertas por cortinas claras e a da esquerda tem uma janela de madeira, fechada, com um arranjo de folhagens abaixo. O piso é de madeira escura.

Audiodescritora roteirista: Cristina Strohschoen dos Santos

Audiodescritor consultor: Cristian Sehnem

Artigo em Libras


Publicações Recentes