Ir para o conteúdo DAG Ir para o menu DAG Ir para a busca no site DAG Ir para o rodapé DAG
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 095 Encontro Latino-Americano de Arquivologia em 1980



Audiodescrição da imagem: Fotografia na horizontal em preto e branco de três pessoas sentadas junto a uma bancada com papéis em cima, em um ambiente fechado. As três pessoas têm a pele clara e estão lado a lado, com o ângulo da fotografia posicionado levemente da direita para a esquerda. A primeira pessoa, da esquerda para a direita, é uma mulher de rosto fino com cabelo curto, em camadas, crespo e escuro, óculos de grau redondo e camisa xadrez clara. Ela tem a expressão séria e faixa etária dos 30 anos. Ao lado, uma mulher em torno de 40 anos, de rosto redondo, olhos pequenos e levemente fechado, cabelo com frizz e franja, escuro até os ombros. Ela possui marcas faciais em sua bochecha, expressão feliz e sorriso discreto; usa uma blusa clara com flores contornando o decote e um colar no pescoço. Ambas as mulheres estão enquadradas do tórax para cima. Na ponta direita, um homem de rosto redondo com manchas da idade, cabelo ralo e escuro e óculos de grau. Ele está de terno claro e gravata escura, com três botões escuros em cada pulso e as mãos e dedos cruzados em cima da bancada, tem o pescoço envolvido por um cordão enganchado em uma caneta escura localizada no bolso do terno. Ele está enquadrado do abdômen para cima, sorri abertamente e possui faixa etária de sessenta anos. Sobre a bancada, folhas de papel e, na frente do homem, uma pasta aberta. Coberta por uma toalha escura com o brasão da UFSM centralizado na frente, a bancada é visível apenas na parte superior e uma pequena parte frontal. Atrás, uma parede clara e lisa.  Audiodescritora roteirista: Paula Colpo Appolinario Audiodescritor consultor: Cristian Sehnem

Em outubro de 1980 aconteceu na Universidade Federal de Santa Maria o I Encontro Latino-Americano de Estudantes de Arquivologia, com participação de estudantes, docentes e arquivistas de quase todos os países da América Latina. O evento abordou temas como a formação e o currículo dos profissionais arquivistas e a necessidade de regulamentação da profissão, pois na época o Brasil era o único país das Américas Central e do Sul com a profissão regulamentada. O professor Aurélio Tanodi, diretor do Centro Interamericano de Desenvolvimento de Arquivos de Córdoba, Argentina, palestrou sobre a formação de arquivistas latino-americanos. Tanodi, natural da Croácia, foi o primeiro professor de Paleografia e Diplomática na Argentina e o idealizador da criação de uma Escola de Arquivistas naquele país em 1959.

Texto: Letícia de Freitas Gaiardo, acadêmica do 3º semestre do Curso de Arquivologia da UFSM.

Audiodescrição da imagem: Fotografia na horizontal em preto e branco de três pessoas sentadas junto a uma bancada com papéis em cima, em um ambiente fechado. As três pessoas têm a pele clara e estão lado a lado, com o ângulo da fotografia posicionado levemente da direita para a esquerda. A primeira pessoa, da esquerda para a direita, é uma mulher de rosto fino com cabelo curto, em camadas, crespo e escuro, óculos de grau redondo e camisa xadrez clara. Ela tem a expressão séria e faixa etária dos 30 anos. Ao lado, uma mulher em torno de 40 anos, de rosto redondo, olhos pequenos e levemente fechado, cabelo com frizz e franja, escuro até os ombros. Ela possui marcas faciais em sua bochecha, expressão feliz e sorriso discreto; usa uma blusa clara com flores contornando o decote e um colar no pescoço. Ambas as mulheres estão enquadradas do tórax para cima. Na ponta direita, um homem de rosto redondo com manchas da idade, cabelo ralo e escuro e óculos de grau. Ele está de terno claro e gravata escura, com três botões escuros em cada pulso e as mãos e dedos cruzados em cima da bancada, tem o pescoço envolvido por um cordão enganchado em uma caneta escura localizada no bolso do terno. Ele está enquadrado do abdômen para cima, sorri abertamente e possui faixa etária de sessenta anos. Sobre a bancada, folhas de papel e, na frente do homem, uma pasta aberta. Coberta por uma toalha escura com o brasão da UFSM centralizado na frente, a bancada é visível apenas na parte superior e uma pequena parte frontal. Atrás, uma parede clara e lisa.

 

Audiodescritora roteirista: Paula Colpo Appolinario

Audiodescritor consultor: Cristian Sehnem

Artigo em Libras

Publicações Recentes