Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 111 Inauguração do espaço de cultura IPREMEC em 1991



Fotografia horizontal, em preto e branco, de um grupo de aproximadamente vinte jovens em uma exposição de quadros. Todos os jovens estão enquadrados de corpo inteiro, a maioria tem pele clara, cabelos na altura do pescoço e escuros, vestem camisetas escuras, calça jeans claro e tênis escuros e alguns seguram pastas. A esquerda da imagem, um jovem de perfil esquerdo, com uma pasta em baixo do braço. À direita do jovem, outros três jovens conversam, um está de perfil direito, um está de costas e o terceiro em frente ao jovem que está de costas. O jovem de costas é o único do grupo com uma bermuda clara. A direita da imagem, dois jovens de perfil direito, um deles olha para baixo. Pelo ambiente, grupos de jovens que conversam. Dispersas pelo ambiente, pelo menos cinco estruturas de quatro lados, formadas por hastes metálicas de cerca de dois metros de altura, unidas por hastes horizontais na parte superior e inferior. Em cada lado da estrutura, um painel claro com um quadro sendo exposto. Os quadros têm fundo claro e estão em molduras escuras com vidro na frente. Uma coluna clara, atrás dos jovens que estão em primeiro plano, está rodeada por uma destas estruturas com quadros. Na parede da esquerda, mais alguns painéis com quadros e na parede da direita, cortinas claras em toda a largura. Teto claro com pelo menos quinze lâmpadas retangulares e chão com piso escuro que reflete as luzes.

O Instituto de Preservação da Memória Cultural (IPREMEC) da Universidade Federal de Santa Maria se consolidou em 1983. Tinha por objetivo estimular, promover e realizar o estudo, a pesquisa, a seleção, a catalogação, a divulgação, o tombamento, a conservação e a preservação do patrimônio histórico, cultural e artístico de Santa Maria e região. A UFSM realizava, na área da cultura, um trabalho integrado com instituições, municípios e organismos governamentais, visando oferecer opções artístico-culturais ou incentivar à formação de uma consciência preocupada com a história e resgate da preservação da memória cultural. Em agosto de 1991 foi inaugurado o Espaço de Cultura do IPREMEC, no 2º andar do prédio da Administração Central. O Instituto foi desativado em 1997, quando ocorreu o corte de funções comissionadas e gratificadas por determinação do MEC.

Texto: Marcele Della Flora Cortes, acadêmica do 5°semestre do Curso de Arquivologia da UFSM.

Audiodescrição da imagem: Fotografia horizontal, em preto e branco, de um grupo de aproximadamente vinte jovens em uma exposição de quadros. Todos os jovens estão enquadrados de corpo inteiro, a maioria tem pele clara, cabelos na altura do pescoço e escuros, vestem camisetas escuras, calça jeans claro e tênis escuros e alguns seguram pastas. A esquerda da imagem, um jovem de perfil esquerdo, com uma pasta em baixo do braço. À direita do jovem, outros três jovens conversam, um está de perfil direito, um está de costas e o terceiro em frente ao jovem que está de costas. O jovem de costas é o único do grupo com uma bermuda clara. A direita da imagem, dois jovens de perfil direito, um deles olha para baixo. Pelo ambiente, grupos de jovens que conversam. Dispersas pelo ambiente, pelo menos cinco estruturas de quatro lados, formadas por hastes metálicas de cerca de dois metros de altura, unidas por hastes horizontais na parte superior e inferior. Em cada lado da estrutura, um painel claro com um quadro sendo exposto. Os quadros têm fundo claro e estão em molduras escuras com vidro na frente. Uma coluna clara, atrás dos jovens que estão em primeiro plano, está rodeada por uma destas estruturas com quadros. Na parede da esquerda, mais alguns painéis com quadros e na parede da direita, cortinas claras em toda a largura. Teto claro com pelo menos quinze lâmpadas retangulares e chão com piso escuro que reflete as luzes.

Audiodescrição roteirista: Cíntia Pasa Lopes 

Audiodescrição consultora: Fernanda Taschetto

Artigo em Libras


Publicações Recentes