Ir para o conteúdo DAG Ir para o menu DAG Ir para a busca no site DAG Ir para o rodapé DAG
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Gedai no XII Congresso de Arquivologia do Mercosul



A Associação Rede de Arquivistas Graduados de Córdoba e o Arquivo Geral e Histórico da Universidade Nacional de Córdoba, organizaram a décima segunda edição do CAM sob o tema “Arquivos e arquivistas na sociedade do conhecimento”. O evento realizou-se na Cidade de Córdoba, de 26 a 29 de setembro de 2017. O Congresso de Arquivologia do MERCOSUL (CAM) é o principal evento da América Latina que reúne profissionais da arquivologia, ciência da informação, tecnologia da informação, biblioteconomia, docentes, estudantes, diretores e pesquisadores e interessados em geral na problemática dos documentos de arquivo, impulsionando o desenvolvimento teórico da Arquivística e sua aplicação prática nos arquivos em geral, a fim de garantir os plenos direitos cidadãos por meio do acesso irrestrito à informação, principalmente diante dos desafios dos documentos digitais.      

A UFSM foi representada pela Arquivista Neiva Pavezi (DAG) e o Analista de TI Marcos B. de Sousa (CPD), membros da Comissão Gedai da UFSM. A participação dos servidores teve por objetivo intercambiar inquietudes, experiências e conhecimentos relacionados com a problemática arquivística, além de participar de cursos e palestras com pesquisadores e profissionais internacionais, possibilitando o crescimento profissional e aprimoramento dos procedimentos arquivísticos que estão sendo aplicados na UFSM, no âmbito do Projeto Gedai.

Na abertura do Congresso, destacou-se a conferencia da Dra. Silvia Schenkolewski sobre “Archivos y archiveros en la sociedad contemporánea – Realidades y desafíos”.

 

WhatsApp Image 2017-10-05 at 15.35.58

 

Nos cursos, workshops, relatos de experiência, palestras e apresentações de trabalhos, evidenciou-se a função dos arquivos como fonte de informação e memória dos povos para resgatar sua identidade, bem como a importância dos arquivos para a governança, a segurança jurídica, a transparência administrativa e a responsabilidade democrática; e a necessidade de intervenção do arquivista em todas as etapas da gestão documental dentro de uma organização a fim de incentivar o acesso irrestrito à informação pública segundo as normas de transparência, de tudo aquilo que não estiver sob regime da reserva.

Consulte os Anais do evento em  http://redarchiveroscordoba.com/editorial/ 

 

 


Publicações Recentes