Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 174 Laboratório de Lãs em 1981



Audiodescrição da imagem: Fotografia horizontal, em preto e branco, de aproximadamente vinte e cinco pessoas em uma sala. A maioria é homens, visível apenas uma mulher entre eles. Eles tem faixa etária de quarenta e cinco anos, pele clara, vestem jaqueta e calça escuras, e estão em pé. A maioria dos homens tem cabelo curto e escuro, alguns tem entradas de calvície e a mulher tem cabelo acima dos ombros, liso e escuro. Quase todos estão em volta de uma mesa de metal e comprida, observando um dos homens que está com as mãos em um dos objetos de metal, que tem dois cilindros juntos na horizontal, e próximo dos cilindros uma placa de metal. Ao fundo, o encontro de duas paredes. Na parede da esquerda, uma porta aberta de madeira escura. No limite da porta e após ela, fora da sala, é possível ver cerca de oito homens. Na parede da direita, tem dois armários pequenos e de metal. As paredes estão revestidas de lajotas claras até a metade, acima, elas são escuras. Chão escuro.

O Laboratório de Lãs — hoje conhecido como Laboratório de Ovinocultura — do Departamento de Zootecnia do Centro de Ciências Rurais da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) foi inaugurado em agosto de 1981, sob responsabilidade do professor Paulo Figueiró. Instalação esta, que fazia parte do Programa de Melhoramento Genético dos Ovinos do RS (PROMOVI) com envolvimento da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) e Associação Rio-Grandense de Criadores de Ovinos (ARCO). Nele eram determinados peso do velo limpo, rendimento de lã limpa, comprimento de mecha, diâmetro médio de fibras, medulação e ondulações por polegada. A solenidade ocorreu durante a 2ª Jornada de Produção Ovina do Rio Grande do Sul, quando professores, alunos e técnicos de todo o Estado se reuniram para debater aspectos da produção e transformação da lã e extensão rural em ovinocultura no RS.

Texto: Eduardo Miranda de Souza, acadêmico do 2°semestre do Curso de Jornalismo da UFSM.

Audiodescrição da imagem: Fotografia horizontal, em preto e branco, de aproximadamente vinte e cinco pessoas em uma sala. A maioria é homens, visível apenas uma mulher entre eles. Eles tem faixa etária de quarenta e cinco anos, pele clara, vestem jaqueta e calça escuras, e estão em pé. A maioria dos homens tem cabelo curto e escuro, alguns tem entradas de calvície e a mulher tem cabelo acima dos ombros, liso e escuro. Quase todos estão em volta de uma mesa de metal e comprida, observando um dos homens que está com as mãos em um dos objetos de metal, que tem dois cilindros juntos na horizontal, e próximo dos cilindros uma placa de metal. Ao fundo, o encontro de duas paredes. Na parede da esquerda, uma porta aberta de madeira escura. No limite da porta e após ela, fora da sala, é possível ver cerca de oito homens. Na parede da direita, tem dois armários pequenos e de metal. As paredes estão revestidas de lajotas claras até a metade, acima, elas são escuras. Chão escuro.

Audiodescritora roteirista: Cíntia Pasa Lopes

Audiodescritora consultora: Rúbia Steffens

Artigo em Libras


Publicações Recentes