Ir para o conteúdo DAG Ir para o menu DAG Ir para a busca no site DAG Ir para o rodapé DAG
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 209 Parque de Exposições da UFSM em 1988



Fotografia vertical, em preto e branco, da visão aérea de um grande espaço a céu aberto. O espaço é dividido por pequenas estradas de terra e, ao centro, estão quatro galpões semicirculares de paredes com tom claro e lajes em tom escuro, um ao lado do outro. Em frente aos dois  galpões à esquerda, há 11 veículos estacionados e um outro veículo passando em meio a estrada de terra. Ao fundo da imagem, está a arquibancada do ginásio do Centro de Educação Física e Desportos. Ainda ao centro da imagem, mais abaixo dos galpões, há uma pequena arquibancada com um campo aberto completamente vazio à sua frente. A arquibancada possui tom claro e seis níveis. À esquerda da imagem, vemos um retângulo de árvores altas que segue até os fundos do último galpão, em direção ao centro da imagem. Abaixo das árvores, ainda do lado esquerdo, há mais campo aberto. À direita da imagem, um pequeno arco de tom claro indica a entrada ao espaço. À direita do arco, aparece parte de três construções de tom claro.

Audiodescritora Roteirista: Flavia Geraldino Monteiro
Audiodescritora Consultora: Rubia Steffens

Nos anos de 1939 e 1940 aconteceram com muito sucesso as Exposições Estaduais de Animais e Produtos Derivados em Santa Maria, o que projetou o município como local ideal para promoções do gênero. Vinte anos depois, em abril de 1965 a Universidade de Santa Maria (USM), através da Comissão de Desenvolvimento Econômico, setor técnico-científico do Instituto de Estudos e Pesquisas Econômicas (IEPE), assinou um convênio com a Associação Rural de Santa Maria para a criação do Parque de Exposições Agro-Industriais, sinalizando assim o retorno destes eventos. Seu intuito era ser um grande centro de exposições agropastoris que atendesse toda a zona central do estado. De 1200 hectares do campus da UFSM, 50 foram destinados para a construção do mesmo. Em maio do mesmo ano, no lançamento da pedra fundamental, estiveram presentes, além do Reitor da USM, Horácio Caio P. de Souza, presidente da Associação Rural e o Francisco A. Pereira, prefeito da cidade. Na foto, a vista aérea do Parque de Exposições em 1988.

Texto: Flavia Geraldino, acadêmica do 6º semestre do Curso de Produção Editorial da UFSM.

Audiodescrição da imagem: Fotografia vertical, em preto e branco, da visão aérea de um grande espaço a céu aberto. O espaço é dividido por pequenas estradas de terra e, ao centro, estão quatro galpões semicirculares de paredes com tom claro e lajes em tom escuro, um ao lado do outro. Em frente aos dois  galpões à esquerda, há 11 veículos estacionados e um outro veículo passando em meio a estrada de terra. Ao fundo da imagem, está a arquibancada do ginásio do Centro de Educação Física e Desportos. Ainda ao centro da imagem, mais abaixo dos galpões, há uma pequena arquibancada com um campo aberto completamente vazio à sua frente. A arquibancada possui tom claro e seis níveis. À esquerda da imagem, vemos um retângulo de árvores altas que segue até os fundos do último galpão, em direção ao centro da imagem. Abaixo das árvores, ainda do lado esquerdo, há mais campo aberto. À direita da imagem, um pequeno arco de tom claro indica a entrada ao espaço. À direita do arco, aparece parte de três construções de tom claro.

Audiodescritora Roteirista: Flavia Geraldino Monteiro

Audiodescritora Consultora: Rubia Steffens


Publicações Recentes