Ir para o conteúdo DAG Ir para o menu DAG Ir para a busca no site DAG Ir para o rodapé DAG
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 217 Olaria da ASPES em 1967



Fotografia quadrada, em preto e branco, de 3 pessoas em um estreito corredor formado por prateleiras compridas e estreitas, onde repousam tijolos, distribuídos ordenadamente. O piso é de cimento e no teto alto aparecem parcialmente grossas vigas de madeira. A cena dá destaque a um homem, José Mariano da Rocha Filho, Fundador da UFSM, que está em primeiro plano. O homem tem pele clara, cabelo curto e escuro. Tem sobrancelhas escuras e bem marcadas e um bigode bem aparado. Seu rosto está voltado para baixo,  olhando para as mãos, nas quais segura um tijolo vazado em formato de cruz, que examina com atenção. Ele usa um sobretudo escuro, de mangas compridas, desabotoado, na altura dos joelhos. Sob o casaco, entrevemos uma calça escura, colete com gola em V, camisa clara de mangas compridas e gravata escura. A direita dele, bem próximo, um homem perfilado tem o braço direito dobrado e está com a mão estendida em direção ao tijolo. O homem é claro, de cabelo curto e usa óculos de armação escura. Veste terno escuro, com camisa clara e gravata escura. Tem o outro braço estendido ao lado do corpo. Atrás dos dois homens, aparece parcialmente um terceiro homem, olhando para frente. O rosto é fino, com olhos escuros e bigode curto. Usa uma camisa de tecido claro, listrada em duas cores, bombacha larga, enfiada em botas galochas escuras.

Audiodescritora Roteirista: Gléce Cóse
Audiodescritora Consultora: Rubia Steffens

A primeira Olaria da Associação Santamariense Pró-Ensino Superior (ASPES) começou a ser construída em 1960 para produzir tijolos maciços para a construção do Centro Politécnico. Era localizada próxima ao arco, na entrada principal do campus da UFSM. Devido a crescente demanda de tijolos maciços, houve necessidade da criação da segunda olaria em 1963. Esta localizava-se em um terreno ao lado leste do Parque de Exposições e produzia também outros tipos de tijolos e diferentes materiais de cerâmica. Com a segunda construída, a primeira foi desativada. O administrador da olaria foi José Alberto Colomé, ex-funcionário de Luiz Carnelosso, proprietário da Olaria Carnelosso, referência em fabricação de tijolos em Santa Maria. Na foto, o reitor Mariano da Rocha Filho mostra ao visitante, professor Robert Carmin, decano da Ball State University nos Estados Unidos, um produto confeccionado na mesma para construção de obras da Cidade Universitária de Santa Maria, em julho de 1967.

Texto: Flavia Geraldino, acadêmica do 7º semestre do Curso de Produção Editorial da UFSM.

Audiodescrição da imagem: Fotografia quadrada, em preto e branco, de 3 pessoas em um estreito corredor formado por prateleiras compridas e estreitas, onde repousam tijolos, distribuídos ordenadamente. O piso é de cimento e no teto alto aparecem parcialmente grossas vigas de madeira. A cena dá destaque a um homem, José Mariano da Rocha Filho, Fundador da UFSM, que está em primeiro plano. O homem tem pele clara, cabelo curto e escuro. Tem sobrancelhas escuras e bem marcadas e um bigode bem aparado. Seu rosto está voltado para baixo,  olhando para as mãos, nas quais segura um tijolo vazado em formato de cruz, que examina com atenção. Ele usa um sobretudo escuro, de mangas compridas, desabotoado, na altura dos joelhos. Sob o casaco, entrevemos uma calça escura, colete com gola em V, camisa clara de mangas compridas e gravata escura. A direita dele, bem próximo, um homem perfilado tem o braço direito dobrado e está com a mão estendida em direção ao tijolo. O homem é claro, de cabelo curto e usa óculos de armação escura. Veste terno escuro, com camisa clara e gravata escura. Tem o outro braço estendido ao lado do corpo. Atrás dos dois homens, aparece parcialmente um terceiro homem, olhando para frente. O rosto é fino, com olhos escuros e bigode curto. Usa uma camisa de tecido claro, listrada em duas cores, bombacha larga, enfiada em botas galochas escuras.

Audiodescritora Roteirista: Gléce Cóse
Audiodescritora Consultora: Rubia Steffens


Publicações Recentes