Ir para o conteúdo DAG Ir para o menu DAG Ir para a busca no site DAG Ir para o rodapé DAG
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 217 Olaria da ASPES em 1967



A primeira Olaria da Associação Santamariense Pró-Ensino Superior (ASPES) começou a ser construída em 1960 para produzir tijolos maciços para a construção do Centro Politécnico. Era localizada próxima ao arco, na entrada principal do campus da UFSM. Devido a crescente demanda de tijolos maciços, houve necessidade da criação da segunda olaria em 1963. Esta localizava-se em um terreno ao lado leste do Parque de Exposições e produzia também outros tipos de tijolos e diferentes materiais de cerâmica. Com a segunda construída, a primeira foi desativada. O administrador da olaria foi José Alberto Colomé, ex-funcionário de Luiz Carnelosso, proprietário da Olaria Carnelosso, referência em fabricação de tijolos em Santa Maria. Na foto, o reitor Mariano da Rocha Filho mostra ao visitante, professor Robert Carmin, decano da Ball State University nos Estados Unidos, um produto confeccionado na mesma para construção de obras da Cidade Universitária de Santa Maria, em julho de 1967.

Texto: Flavia Geraldino, acadêmica do 7º semestre do Curso de Produção Editorial da UFSM.


Publicações Recentes