Ir para o conteúdo DAG Ir para o menu DAG Ir para a busca no site DAG Ir para o rodapé DAG
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Projeto Retalhos da Memória de Santa Maria – artigo 266 João Belém em 1975



O Grupo Escolar João Belém, estabelecimento de ensino de 1º grau, foi assim denominado, homenageando importante pessoa. Nascido em 1874, na cidade de Porto Alegre, João Belém chegou a Santa Maria no ano de 1899 como escriturário do Escritório de Contabilidade da Estrada de Ferro, Porto Alegre-Uruguaiana, que na época era administrada pelos Belgas. Belém desempenhou as mais variadas atividades: escriturário, professor, poeta, dramaturgo, jornalista, delegado de polícia, aposentando-se como secretário do município na gestão de Manoel Ribas. Sua carreira como professor foi notória, principalmente no Colégio Centenário, onde promoveu um ciclo de palestras sobre as “Causas da Revolução Farroupilha”. Em 1922 publicou a obra “Culto à Pátria” que foi adotada como obrigatória nas escolas municipais de Santa Maria. Em 1935, ano de sua morte, a peça teatral “Corações Gaúchos” de sua autoria conquistou primeiro lugar no concurso promovido pela Empresa Teatral do Teatro São Pedro de Porto Alegre.

Texto: Miguel Damasceno, acadêmico do 3°semestre do Curso de Letras – Lic. – Hab. Português e Literatura Língua Portuguesa da UFSM.

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes