Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

Resumo

Primeiro estúdio, 1968Rádio Universidade de Santa Maria foi ao ar pela primeira vez, oficialmente, em 27 de maio de 1968. Idealizada pelo então Reitor Prof. Dr. José Mariano da Rocha Filho, transmitiu em caráter experimental desde às 10 horas do dia 28 de abril daquele ano, mas a sua instalação oficial aconteceu no dia 27 de maio, às 18 horas, no oitavo andar do prédio da Antiga Reitoria, no centro da cidade de Santa Maria. Quando da sua fundação, a emissora operava na frequência de 1320 kHz, com uma potência de 1 Kw.

Em 1976, com o novo Plano Nacional de Radiodifusão, passou a operar na frequência de 800 kHz. Nesta ocasião aumentou sua potência para 10 Kw.

Na data de 26 de novembro de 1981, a Rádio Universidade AM transferiu-se para o Campus Universitário da UFSM. Nesta época integrava o Departamento de Divulgação. Atualmente, é uma das emissoras do Núcleo de Rádio Universidade, um dos quatro núcleos da Coordenadoria de Comunicação Social da instituição.

Em 1994, a torre de transmissão foi derrubada por um problema de infiltração na sua base, o que tirou a emissora do ar por duas semanas. Mas voltou ao ar e operou precariamente até novembro de 1995, quando foi inaugurado um novo parque de transmissões.

A partir da instalação do novo parque de transmissores no Campus Universitário, no final de 1995, o sinal foi ampliado de Santa Maria para toda a região centro-oeste do Estado. A nova antena, com 77 metros de altura, dobrou a capacidade de alcance, melhorando a qualidade de som.

Mesmo antes da inauguração do novo parque de transmissões, a emissora já tinha iniciado um processo de atualização técnica de seus estúdios, com a aquisição de novos equipamentos de tecnologia digital. Em 1994 apareceu o primeiro computador, logo em seguida iniciou o uso de CDs e os MDs substituíram as antigas cartucheiras.

No ano de 1997 a emissora ganhou seu primeiro site da internet. Começava a mostra-se para o mundo. Em junho de 1998, pela primeira vez em sua história, a Universidade AM passa a transmitir 24 horas diárias e, em 1999, inaugurou o sistema de transmissão pela internet, podendo ser ouvida em qualquer parte do mundo.

O ano de 2000 registrou um marco nas grandes coberturas da emissora, com o acompanhamento dos Jogos Olímpicos de Sydney. Foram mais de 200 horas de transmissões, com participação de acadêmicos do curso de Jornalismo da UFSM. No ano seguinte as equipes de futsal da cidade ganharam voz em transmissões exclusivas do Campeonato Estadual da modalidade adulta masculina.

Em 2001 a emissora investiu na reestruturação de seus estúdios, com a instalação de uma moderna mesa de áudio e um sistema de emissão através de computador. Em 2005, novos investimentos equiparam o estúdio de debates com microfones de primeira geração. No mesmo ano, em 15/07, depois de dois anos sem atualização, o site da Rádio Universidade teve relançamento com novo layout e inserção massiva de conteúdo.

Em 25 de maio de 2007, quando das comemorações dos 39 anos da emissora, o site foi transformado num portal em PHP. No mesmo dia foi lançada uma nova marca e divulgado um novo slogan, juntamente com ajustes em toda a programação.

Em 2008 a emissora chegou aos 40 anos. Em maio, dia 27, aconteceu a comemoração dos 40 anos, com a presença de funcionários, autoridades universitárias, ex-funcionários e convidados especiais. E em setembro a Rádio participou do II Encontro Nacional de Rádio e Ciência, em Belo Horizonte, com vídeo e palestra sobre o programa De Perto Ninguém é Normal, projeto conjunto da emissora com o CAPS Prado Veppo, da Prefeitura Municipal de Santa Maria.

2009. O ano trouxe à programação dos 800 AM, pela primeira vez, a cobertura integral do Campeonato Gaúcho de Futebol, com acompanhamento de todos os jogos do Inter-SM, com projeto dos acadêmicos de Jornalismo. Até então, em anos anteriores, haviam transmissões esparsas, com cobertura apenas de jogos na cidade.

2010. Novamente, o Campeonato Gaúcho de Futebol tem cobertura completa, com novo projeto acadêmico. Durante o ano foram lançados projetos especiais inseridos nas comemorações dos 50 anos da UFSM. Primeiro o UFSM 50 Anos de Educação, depois o UFSM Ciência e Educação e mais tarde o Projeto Conexão UFSM, com programa de rádio e revista digital.

2013. A direção assinou em Brasília, no mês de novembro, a adesão da Rádio Universidade à Rede Pública de Rádio, iniciativa da EBC (Empresa Brasil de Comunicação) e ARPUB (Associação das Rádios Públicas do Brasil).

2014. Sob nova direção, em abril aconteceu a implantação de uma nova grade de programação. Em maio a emissora efetivou sua atuação no Radiotube, rede de cidadania voltada à produção radiofônica. Entre junho a julho, participando da Rede Pública de Rádio, ancorada pelas emissoras da EBC, a Universidade AM promoveu mais uma grande cobertura: Copa do Mundo FIFA 2014. Foram mais de 176 horas entre programas preparatórios e acompanhamento com transmissão de 45 confrontos dos 64 jogos da competição vencida pela Alemanha. O comando dos pré e pós-jogos esteve, mais uma vez, com os acadêmicos de Comunicação que integravam o Projeto Radar Esportivo.

2017. Em 1º de dezembro, aconteceu a instalação oficial da Uni FM 107.9, que entra em rede, em vários horários com os 800 AM. A irmã mais nova é uma consignação da EBC para a UFSM.

2018. Em maio, a Rádio Universidade completou seu cinquentenário, comemorados com uma programação que incluiu exposição, programas especiais, jantar solene e atividades culturais. Em setembro, Roberto Montagner retornou à direção da emissora, e fez nomear o GT Rádios UFSM.