Ir para o conteúdo PRE Ir para o menu PRE Ir para a busca no site PRE Ir para o rodapé PRE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Oficina de agnoline será ofertada na JAI



Na próxima quinta-feira, 24, será realizada a Oficina de Agnoline no Hotel Dom Rafael Cerrito, com início às 18 horas. A atividade, que faz parte da programação da Jornada Acadêmica Integrada (JAI) da Universidade Federal de Santa Maria, é promovida pelo projeto Geoparque Quarta Colônia, vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). Há vagas para 20 pessoas, que podem se inscrever aqui.

O objetivo de fazer uma oficina voltada à culinária é trazer, para a JAI, outro tipo de conhecimento que não seja o acadêmico: além de estar dentro da perspectiva do projeto Geoparques Quarta Colônia, o saber fazer da gastronomia e da culinária é um patrimônio cultural das comunidades envolvidas.

Assim, universidade oportuniza outras formas de conhecimento ao compartilhar àquele oriundo da Quarta Colônia, mantendo vivo o patrimônio. É uma ação do projeto de popularização e de divulgação do patrimônio da Quarta Colônia — precisa disso para motivar as pessoas a irem lá.

A oficina, que será ministrada por duas senhoras da região, também é vinculada à Exposição de Aquarelas “Remanescências”, de Dilson Cecchin, no Monet, a qual tem como mote as paisagens da Quarta Colônia, com a perspectiva de mostrar, para o público santa-mariense, o potencial de turismo e gastronomia da região. “A ideia é de que você possa ver essas paisagens e degustar esse alimento no Geoparque Quarta Colônia”, explica a Coordenadora de Desenvolvimento Regional e Cidadania da PRE, Jaciele Sell.

A atividade de produção de agnoline é gratuita e aberta à toda comunidade. A duração será de duas horas e, ao final, os participantes poderão não só degustar, como também levar para casa.

 

Texto: Andréa Ortis 

Revisão Textual: Erica Medeiros 

 


Publicações Recentes