Ir para o conteúdo PRE Ir para o menu PRE Ir para a busca no site PRE Ir para o rodapé PRE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Projeto de Extensão da UFSM realiza entrega de cestas básicas a famílias



Na manhã da última sexta-feira, 13, o projeto de extensão “O resgate do Carnaval através do tripé: Educação, Cultura e Direitos Humanos”, vinculado ao Observatório de Direitos Humanos (ODH) da Universidade Federal de Santa Maria, entregou cestas básicas, doadas pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, para 30 famílias de apenados inclusos no monitoramento eletrônico do Instituto Penal de Monitoramento Eletrônico da 2ª Região Penitenciária da Superintendência dos Serviços Penitenciários (SUSEPE).

Cerca de 350kg de alimentos foram arrecadados para distribuição em um evento realizado no Centro de Convenções. Na ocasião, também foi realizada uma oficina de cartonagem, ministrada por Gaudêncio Gaudério, professor da UFSM.

Essa parceria com a SUSEPE iniciou ainda em 2019, através da participação de  apenados monitorados nas oficinas e nos cursos ofertados pelo projeto na região do KM 3, bairro em que está localizada a escola de samba Vila Brasil. “A assistente social da SUSEPE, Patrícia Py, demonstrou interesse com seu grupo de monitorados. Então, eles começaram a ir até a escola nos dias dos cursos para se qualificarem. No total, 13 participaram e, destes, 8 já estão empregados”, explica a coordenadora do projeto e pedagoga da UFSM, Cassiana Marques.

O projeto de extensão visa a resgatar a comunidade carnavalesca ao ofertar cursos e oficinas de formação que contribuam na questão da cidadania, do desenvolvimento pessoal e da geração tanto de emprego quanto de renda.

Com título de escola de samba mais antiga da cidade — 60 anos , a Vila Brasil busca promover ações a fim de estabelecer uma parceria entre universidade e comunidade: “a ideia do projeto é aproximar a UFSM dessa comunidade periférica, para que eles possam começar a desenvolver esse sentimento de pertencimento, essa vontade de ir além e, futuramente, de estar inserido na universidade. Minha formação enquanto pedagoga e carnavalesca pertencente àquela escola de samba, além de conhecedora daquela realidade, faz-me buscar essas parcerias, auxiliando a promover a qualidade de vida de todas essas pessoas que participam do projeto”, salienta Cassiana.

 

Além da SUSEPE, atuam, no projeto, o Lar de Mirian, a Sulclean e a Escola Estadual de Ensino Médio Professora Maria Rocha.

 

 O Observatório de Direitos Humanos – ODH, vinculado à Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, tem o propósito de ampliar o debate sobre o tema e de estimular a participação de toda a comunidade em ações e reflexões sobre Direitos Humanos.

 

Texto: Andréa Ortis/ Pró-Reitoria de Extensão 

Revisão Textual/ Erica Medeiros/ Pró-Reitoria de Extensão 

 

 

 


Publicações Recentes