Ir para o conteúdo Observatório de Direitos Humanos Ir para o menu Observatório de Direitos Humanos Ir para a busca no site Observatório de Direitos Humanos Ir para o rodapé Observatório de Direitos Humanos
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Leitura, Ação: Dramatização

Coordenadora: Prof. Drª Jane Schumacher

O projeto Leitura, Ação: Dramatização prevê ações tendo como referência o Terceiro Programa Nacional de Direitos Humanos na área Crianças e Adolescentes, com o eixo 3 – Universalização de direito em um contexto de dificuldades sociais e econômicas – , orientando as ações. O projeto foi elaborado como uma possibilidade de reflexão sobre a identidade dos adolescentes em conflito com a lei, entendendo-os como sujeitos de direitos e deveres, com potencialidades e competências, conforme perspectiva adotada por todas as principais diretrizes que norteiam a socioeducação, ou seja, o Estatuto da Criança e do Adolescente(ECA) e o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE).

O processo educativo realizado nas oficinas de leitura do Funk, por exemplo, através dos círculos de cultura, já possibilitou a reflexão das vivências pessoais e dos ciclos de vida que cada um do grupo se encontrava (antes da medida socioeducativa, como está sendo durante o período, quais as perspectivas para após o término da medida), assim como descoberta de potencialidades, de áreas do conhecimento que mais se identificam, de ler sobre a história dos Mcs e reconhecer-se nessa realidade e perceber novas perspectivas para sua vida.

Com vista a minimizar a vulnerabilidade de violências relatados nesta primeira etapa do projeto, problematizaremos assuntos como: RAÇA, GÊNERO, FAMÍLIA E REDUÇÃO DE DANOS e outros no intuito de identificar valores e competências para a construção de uma trajetória pessoal, bem como propor reflexões sobre o papel de suas escolhas no desenvolvimento de um projeto de vida. As ações que serão discutidas nas oficinas abordarão a realidade dos jovens, havendo o respeito e o cuidado de se fazer uso de uma linguagem clara e acessível.

O Impacto e Transformação Social esperados, com a continuidade do projeto são: 1) Possibilitar novas perspectivas de mundo para os jovens, com o cuidado de partir de uma realidade próxima à deles, de assuntos e formas de expressão particulares, como o Funk. 2) Oferecer contribuições relevantes para a transformação da área socioeducativa ao romper com a ideia da medida socioeducativa como modelo unicamente de punição. 3) Poderá ser levada adiante, pois as estratégias utilizadas na proposta poderá ser aprimoradas e adaptadas a outros contextos mediante as publicações dos resultados no Observatório de Direito Humanos e demais eventos científicos.

Para acessar o projeto no Portal de Projetos da UFSM, clique aqui.