Ir para o conteúdo Observatório de Direitos Humanos Ir para o menu Observatório de Direitos Humanos Ir para a busca no site Observatório de Direitos Humanos Ir para o rodapé Observatório de Direitos Humanos
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

O direito achado na web: riscos e oportunidades no ciberespaço

Coordenador: Prof. Dr. Rafael Santos de Oliveira

Em continuidade aos trabalhos iniciados em 2018, o projeto O direito achado na web: riscos e oportunidades no ciberespaço busca: a) Promover a utilização inteligente do ciberespaço, por parte das crianças e adolescentes Santa Maria, buscando educar e compartilhar conhecimento sobre os riscos e as oportunidades da rede com relação aos direitos humanos, por meio de oficinas e palestras, com a interação dos alunos/pais/professores/servidores também em ações artísticas como teatro, criação de portfólios e outros recursos de divulgação; para especificamente: a.1) Dialogar sobre os riscos e as oportunidades do ciberespaço com crianças e adolescentes, a partir da divisão em vários eixos de interesse que contemplam a discussão dos direitos humanos – segurança na internet, privacidade, comportamento on-line, liberdade de expressão, crimes na internet -, e analisar as demandas de cada ambiente sobre a temtica; a.2) Contribuir para a formação cidadã e consciente sobre os direitos humanos de crianças e adolescentes de Santa Maria; a.3) Promover a utilização das novas tecnologias de informação e comunicação como transformadoras da realidade; a.4) Produzir materiais que auxiliem na democratização do conhecimento; e, a.5) Ampliar a formação humanística dos alunos extensionistas do Centro de Estudos em Direito e Internet (CEPEDI) envolvidos, contribuindo para a formação de sua visão de mundo e consciência de responsabilidade social.

Espera-se uma qualificação no uso da Internet, ponderando-se oportunidades e desafios existentes na rede, principalmente com relação ao ecossistema comunicativo existente na instituição beneficiada, compreendida pelos alunos, pais e/ou responsáveis, professores e servidores, bem como toda a comunidade que possa vir a fazer parte das dinâmicas propostas também no corrente ano. Espera-se, ainda, poder capacitar o público alvo em relação à temática de defesa e promoção dos Direitos Humanos, possibilitando-os saber o que fazer caso presenciem a violação de tais direitos no âmbito digital. Além disso, almeja-se a longo prazo que a população de Santa Maria construa uma opinião pública crítica não só a respeito dos Direitos Humanos, como também acerca do próprio uso das redes digitais, tornando-se uma sociedade atuante, a partir da cibercidadania e da ciberdemocracia. Por fim, a construção de materiais de informação, como cartilhas, para a disseminação do conhecimento produzido no projeto.

Para acessar o projeto no Portal de Projetos da UFSM, clique aqui.