Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

Racismo Basta

image 1
(Estudantes e servidores da UFSM presentes na câmara de vereadores durante a votação da moção de repúdio contra manifestações de cunho racista)

O movimento Racismo, Basta foi fundado em 2017, por estudantes negros e negras da UFSM, após estudantes dos cursos de Direito e Ciências Sociais sofrerem agressões racistas nas salas de seus respectivos diretórios acadêmicos.

Abaixo, segue um relato cronológico dos ocorridos, e das medidas tomadas pela universidade e pelos estudantes.

RELATO DE AÇÕES

22/08/17 uma suástica foi desenhada no Diretório Livre do Direito – DLD

23/08/17 o Gabinete do Reitor publicou nota oficial contrária intolerância, violência, abuso ou violação de direitos

15/09/17 foram detectadas no local novas pichações de cunho racista, com mensagens explícitas de discurso de ódio e citação de nomes de estudantes negros.

15/09/17 o Gabinete do Reitor emitiu uma nota oficial na sua página nas redes sociais, mesmo que a notificação por e-mail tenha sido enviada no final do expediente de sexta-feira.

19/09/17 o Reitor recebeu no Gabinete representantes do DLD, do Coletivo Afronta e uma das vítimas de racismo, o acadêmico do curso de Direito, Elisandro Ferreira. A outra acadêmica mencionada nos ataques, Fernanda Rodrigues, estava em Brasília. O Reitor fez o contato com ela para oferecer apoio. O atendimento do reitor aos estudantes se deu na terça-feira, dia 19, em função de que no dia anterior o Reitor encontrava-se cumprindo agenda na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul. Dentre os encaminhamentos da reunião com os estudantes se definiu: – a abertura de processo administrativo para apurar os fatos, ficando pedente a entrega do boletim de ocorrência para iniciar os trâmites, a Reitoria garantiu total apoio na apuração e no acompanhamento das investigações policiais;

– a instalação de mais câmeras de vigilância no Prédio da Antiga Reitoria;

– início de uma campanha de combate ao racismo com a produção de uma camiseta, adesivos e eventos sobre o tema, com participação da ouvidoria, que ainda perdura, especialmente com banner na página inicial da UFSM;

– apoio para a pintura do DLD na forma de muralismo com arte afrorreferenciada;– foi oferecido aos estudantes serviço de apoio psicológico por meio dos profissionais que atuam junto à Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis.

21/09/17 foram instaladas câmeras de vigilância no Prédio da Reitoria

20/10/17 o Núcleo de Ações Afirmativas, Sociais, Étnico-Raciais e Indígenas da Coordenadoria de Ações Educacionais, vinculado ao Gabinete do Reitor da UFSM deu continuidade às discussões sobre racismo com a roda de conversa “Diálogos Ressignificados em Tempos de Racismo II”

25/10/17 o Reitor participou na  Câmara dos Vereadores de Santa Maria para acompanhar a votação de moção de repúdio contra manifestações de cunho racista

28/10/17 remoção das frases racistas registradas na parede do Diretório Livre do Direito. O Gabinete do Reitor forneceu os materiais necessários para oficina e pintura

16/11/17 realização do Seminário “Vamos Falar Sobre Cotas Raciais na UFSM?”

21 e 22/11/17 realização do evento “Racismo Basta: diálogos sobre resistência e representatividade dos negros e negras no Brasil”

23/11/17 novo Comunicado Oficial chamado “Racismo, Basta!” após  ataques racistas a estudantes negros, desta vez no Diretório Acadêmico do curso de Ciências Sociais

25/11/17 Nota oficial sobre os atos de racismo na UFSM

25/11/17 Ocupação da Reitoria por um grupo de estudantes

26/11/17 Nota Oficial sobre reivindicações dos Estudantes Negros e DCE, respondendo aos itens constantes do documento entregue pelos estudantes ao Gabinete do Reitoria

27/11/17 Uma comissão de servidores e representantes do Movimento Negro foi nomeada pela Reitoria da UFSM para negociar com o grupo que ocupou a reitoria

28/11/17 Pedido de reintegração de posse do prédio da Reitoria

29/11/17 Juiz deferiu o pedido de reintegração de posse

30/11/17 Nova Nota Oficial repudiando veementemente qualquer ato racista

08/02/18 Estudantes da UFSM ligados ao movimento Racismo Basta visitam a Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul buscando apoio para a realização de dois eventos em 2018