Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

UFSM na ONU – Campanha UN Together

Audiodescrição: reitor Paulo Afonso Burmann discursando na ONU fim da audiodescrição

UFSM NA ONU – CAMPANHA UN TOGETHER – 09/01/2018

Eu sou o professor Burmann, reitor da Universidade Federal de Santa Maria – Sul do Brasil. Nós estamos muito felizes e honrados de estar aqui e de colaborar com a campanha UN Together. A Universidade Federal de Santa Maria está situada na cidade de Santa Maria, na parte central do estado do Rio Grande do Sul. A cidade é localizada 290 km a oeste da capital do estado, Porto Alegre. A UFSM foi estabelecida em 1961 e é uma Universidade governamental, orientada regionalmente, cujo principal propósito é o de praticar atividades de ensino, pesquisa e extensão. A UFSM oferece uma vasta gama de programas de graduação. Além disso, ela também tem escolas técnicas que dão a jovens estudantes a oportunidade de se formar como técnicos em várias áreas.

O Programa de Ações Afirmativas para Inclusão Racial e Social foi desenvolvido na UFSM através da Lei Interna N.011/2007, e garante a porcentagem de vagas para os processos seletivos de entrada ao Ensino Superior para candidatos sob desvantagem social e étnico-racial, demonstrando o papel da UFSM em ações afirmativas para admissão em Ensino Superior. A ação estratégica garante uma reserva de 50% de vagas em cada curso superior de qualquer Instituição de Ensino Superior para estudantes de escolas públicas (ensino médio); famílias cuja renda per capita corresponde a um salário mínimo e meio, ou menos; pessoas auto-declaras pretas, pardas ou indígenas, e pessoas portadoras de deficiência.

Nossa universidade está humanizando seus relacionamentos e pessoas.

O Programa de Acesso ao Ensino Superior e Técnico para Refugiados e Imigrantes em Situação de Vulnerabilidade foi iniciado na UFSM através da Lei Interna N.041/2016. O programa tem como objetivo criar um total de 5% de vagas adicionais em cursos técnicos, tecnológicos e de graduação para refugiados e imigrantes em situação de vulnerabilidade, através de um processo de entrada simplificado (análise de documento acerca do status do refugiado/imigrante em situação vulnerável). É um dos programas de acesso para refugiados e imigrantes em situação de vulnerabilidade mais inovadores do Brasil. Vinte e sete estudantes da UFSM foram beneficiados por esse programa até agora, de países como Afeganistão, Costa do Marfim, Cuba, Guiné-Bissau, Haiti, Senegal, Palestina, Paquistão, República do Congo e Síria.

Atualmente, a UFSM tem outros 42 processos de Refugiados e Imigrantes em Situação de Vulnerabilidade em progresso com a Pró-Reitoria de Graduação.

O Migraidh, Grupo de Pesquisa, Ensino e Extensão Direitos Humanos e Mobilidade Humana Internacional da Universidade de Santa Maria (UFSM) começou suas atividades em 2013, no curso de graduação de Direito, registrado com o Conselho nacional de Pesquisa do Brasil. Desde sua criação, o Migraidh tem a participação de professores, pesquisadores e estudantes dos cursos de graduação em Direito, Relações Internacionais, Ciências Sociais e Metrado em Direito da UFSM. Contudo, o Migraidh é um espaço para diálogo e está aberto a participação de todos interessados na questão de migração e direitos humanos. Desde 2015, o Migraidh é responsável pela Cátedra Sérgio Vieira de Mello da UFSM, que representa a parceria da universidade com a Agência de Refugiados da ONU, para a promoção e disseminação da Lei Internacional dos Refugiados.

Recentemente, o Professor Roger Kain, Reitor da Escola de Estudos Avançados, da Universidade de Londres, disse as seguintes palavras:

O trabalho acadêmico de Stefania Barrichello é da mais alta qualidade e faz uma contribuição distinta e significativa para o campo da lei internacional dos refugiados. Seu foco na proteção regional de refugiados no Brasil proporciona perspectivas cruciais para estudiosos, médicos e decisores políticos globais.

Stefania apresentou seu trabalho em inúmeras conferências com convites em sequência para publicar artigos que ela apresentou. Ela tem um registro de publicações impressionante: doze artigos de jornal e capítulos de livros, incluindo dois artigos no histórico Jornal Internacional de Direitos Humanos.

Como uma homenagem a Stefania – tanto a ela como pessoa como ao seu trabalho – a Escola de Estudos Avançados estabeleceu a Bolsa de Viagem Internacional Stefania Barrichello. Que busca ajudar estudantes pesquisadores que precisam conduzir sua pesquisa em países estrangeiros.

Além disso, a escola premiou Stefania com o grau póstumo de PhD. Stefania era neta do fundador da UFSM.

Na UFSM, o Observatório de Direitos Humanos, ligado ao Escritório do Reitor, busca promover cidadania e a cultura dos Direitos Humanos, tendo como aspectos básicos a universalidade, interdependência e indivisibilidade de direitos através da apropriação do conhecimento, treinamento acadêmico, pesquisa, extensão, intervenção e articulação de políticas públicas, movimentos sociais e sociedade civil organizada, a fim de abordar algumas das expressões da questão social no contexto local, regional e nacional.

Sou muito grato aos Professores Dominique Shellar e Mark Charlton pela oportunidade de apresentar as ações e projetos da UFSM neste evento importante. Queremos contribuir para esta rede de ações para a campanha Together.

Paz, respeito e dignidade ao mundo todo.

Juntos podemos fazer a diferença.

Cabe a todos nós.

Muito obrigado.

UFSM AT UN – UN TOGETHER CAMPAIGN – 01/09/2018

I’m professor Burmann, rector of the Federal University of Santa Maria – South of Brazil. We are very happy and honored to be here and collaborate with the UN Together campaign. The Federal University of Santa Maria is situated in the city of Santa Maria, in the central part of the state of Rio Grande do Sul. The city is located 290 Km west from the State Capital, Porto Alegre.UFSM was established in 1961 and it is a governmental, regionally oriented University which has as main purpose to perform teaching, research and extension activities.UFSM offers a large range of undergraduate and graduate programs. Besides, italsohas technical schools which provide younger students with opportunityto graduate as technicians in several areas.

The Program of Affirmative Actions for Racial and Social Inclusion was developed at UFSM through Internal Law N.011 / 2007, and it guarantees the percentage of vacancies for the selective processes of entry into Higher Education for candidates under social and ethnic-racialdisadvantage, demonstrating the role of UFSM in affirmative actions for admission to Higher Education.The strategic action guarantees a reserve of 50% of the vacancies in each major degree of any Public Higher Education Institution for students from public schools(High School); from families whose per capita income equals to 1.5 minimum wage or less than it; from self-declared black, brown or indigenous, or even disabled person.

Our University is humanizing its relationship and people.

The Program for Access to UFSM Technical and Higher Education for Refugees and Immigrants in Vulnerable Situations wasInitiated at UFSM through Internal Law N.º 041/2016.The program aims to create a total of up to 5% of additional vacancies in technical, technological and undergraduate majors for refugees and immigrants in vulnerable situations, through a simplified entry process (documents analysis concerning the status of refugee/immigrant in vulnerable situation).It is one of the most innovative programs of access for refugees and immigrants in vulnerability situation of Brazil.Twenty-seven UFSM students have been benefited from this program so far, from countries such as Afghanistan, Ivory Coast, Cuba, Guinea Bissau, Haiti, Senegal, Palestine, Pakistan, Republic of Congo and Syria.

Currently, UFSM has other 42 processes of Refugee and Immigrants in a Vulnerability Situation in progress/proceedings with the Pro-rectory of undergraduate studies and undergraduate majors.

The Migraidh, Teaching, Research, University Extension, Human Rights and International Human Mobility Group of the Federal University of Santa Maria (UFSM) started its activities in 2013, into the Undergraduate Law course, registered with the National Research Council of Brazil.Since its creation, the Migraidhhas the participation of professors, researchers and students of the Undergraduate Courses in Law, International Relations, Social Sciences and Master in Law at UFSM. Nonetheless, Migraidh is a space for dialogue and it is open to the participation of everyoneinterested in the issue of migration and human rights.As of 2015, Migraidh is responsible for the Sergio Vieira de Mello Chair of UFSM, which represents a university partnership with the UN Refugee Agency (UNHCR) for the promotion and dissemination of International Refugee Law.

Recently,Professor Roger Kain, Dean of the School of Advanced Studies, at London University have said the following words:

Stefania Barichello’s academic work is of the highest quality and makes a distinct and significant contribution to the field of international refugee law. Her focus on regional refugee protection in Brazil provides crucial perspectives for global scholars, practitioners, and policy-makers. 

Stefania presented her work at a number of conferences with follow-up invitations to publish the papers she presented.  She has an impressive publication record: – twelve journal articles and book chapters – including two papers in the landmark International Journal of Human Rights.

As a tribute to Stefania – both to her as a person and to her work – the School of Advanced Study has established the Stefania BarichelloInternational Travel Bursary.  It aims to assist research students who need to carry out a period of research overseas.

Besides, the School awarded the PhD posthumous degree to Stephania. Stephania was UFSM founder Rector’s granddaughter.

At UFSM the human rights observatory, linked to the Office of the Rector, aims to promote citizenship and the culture of Human Rights, having as basic aspects the universality, interdependence and indivisibility of rights through the appropriation of knowledge, academic training, research, extension, intervention and articulation with public policies, social movements and organized civil society in order to tackle some of the expressions of the social question into the local, regional and national context.

I am very grateful to Professors Dominique Shellar and Mark Charlton for the opportunity to present the actions and projects of UFSM in this importantevent. We want to contribute for this network and actions to the Together Campaign.

Peace, respect and dignity to all the world.

Together we can make the difference.

It’s up to all of us too.

Thank you very much.