Ir para o conteúdo PROGRAD Ir para o menu PROGRAD Ir para a busca no site PROGRAD Ir para o rodapé PROGRAD
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

UFSM participa em Pelotas do 2º Fórum das Ações Afirmativas



 

A Universidade Federal de Santa Maria integra o núcleo organizador do 2º Fórum das Ações Afirmativas da Região Sul, que este ano acontece em Pelotas de 9 a 11 de novembro.

Nesta edição, o tema central será a discussão sobre as políticas de Ações Afirmativas relativas à lei 12711/12, com enfoque no acesso e permanência dos educandos e na avaliação da legislação. Estarão presentes gestores, docentes, discentes, pesquisadores e integrantes de movimentos sociais.

As atividades do evento compreenderão mesas temáticas, grupos de trabalho, conferências, reuniões paralelas, relatos de experiências e encontros culturais. Participarão em torno de vinte instituições federais, sendo que o núcleo organizador do Fórum é formado por UFPel, UFSM, UFRGS, FURG, UFPR, UFSC e UNIPAMPA.

A programação completa do evento e a ficha de inscrição podem ser acessadas em:
http://wp.ufpel.edu.br/iiforumacoesafirmativas/

forumacoesafirmativaspelotas2015

Histórico do evento
As Ações Afirmativas que buscam o acesso às instituições federais de educação, especialmente às de ensino superior, sob a forma de cotas através da lei 12711/12, modificaram o cenário da universidade pública brasileira. Grupos, cujas realidades socioeconômicas e étnicas constituíam um impeditivo para ingresso, começaram a se inserir nas instituições federais. Isso lançou para a comunidade acadêmica diversos desafios, que tramitam na ordem do estrutural até às relações sociais, no que tange às dimensões do pedagógico e do interpessoal.

A contribuição para os profissionais envolvidos neste Fórum se justifica pelo fato de o evento se constituir em um espaço de troca de experiências e de constituição de parcerias entre as instituições de ensino, no tocante às ações afirmativas e à possibilidade de formulações e proposições de outras políticas em nível federal e interno a cada instituição.

Almeja-se , também, que seja possível a apropriação de elementos decorrentes das discussões que favoreçam a constituição de uma base de dados organizada, validada e atualizada das instituições da região, para utilização por gestores e pesquisadores em ação afirmativa.

Os desdobramentos do Fórum tendem a potencializar medidas que ajam sobre as esferas da gestão e do pedagógico, porque estas políticas estão atreladas à necessidade de, por exemplo, viabilizar a educação sobre as relações étnico-raciais, já contemplada nas leis 10639/03 e 11645/08.

O Fórum, constituído em 2014, se reunirá novamente e redefinirá a discussão e a agenda para os próximos anos, bem como as bases articuladoras entre as instituições de ensino federal, respeitando suas peculiaridades.

Em evento realizado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 2013, um grupo de pesquisadores e gestores de diversas universidades propôs a imediata instalação, em caráter permanente, de uma agenda nacional para formação de um Plano nacional intitulado ” As ações afirmativas e o desenvolvimento nacional: preparando o Brasil do Futuro”.

Desta decisão em âmbito nacional, foram sendo realizados fórum regionais para discutir as inúmeras especificidades brasileiras. Neste sentido, realizou-se nos dias 16 e 17 de Setembro de 2014, na UFSC, o I Fórum sobre Ações Afirmativas da Região Sul. O evento delineou as finalidades do Fórum, discutiu as leis 12711/12 e 12990/08, além de definir a UFPel como local para realização do II Fórum em 2015, em virtude do cenário étnico-racial do município de Pelotas.


Publicações Recentes