Ir para o conteúdo PROGRAD Ir para o menu PROGRAD Ir para a busca no site PROGRAD Ir para o rodapé PROGRAD
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Termo de adesão ao Sisu formaliza ingresso no segundo semestre



 

A partir deste ano, o ingresso nos cursos ofertados pela UFSM acontece por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A adesão ao sistema seguiu uma tendência crescente nas instituições federais de ensino superior, e os resultados obtidos no primeiro semestre foram positivos. 

Agora, uma nova etapa inicia. Trata-se da seleção dos alunos que ingressarão no segundo semestre de 2016. Os candidatos poderão concorrer às vagas dos cursos que têm dupla entrada ou daqueles que iniciam somente na metade do ano. 

No campus central, serão 1.640 vagas, distribuídas em 39 cursos. O campus de Frederico Westphalen abrirá novas turmas de Engenharia Sanitária e Ambiental, Relações Públicas e Sistemas de Informações.

O campus de Palmeira das Missões ofertará vagas em quatro cursos: Ciências Biológicas, Nutrição, Administração (noturno) e Ciências Econômicas.

Em Cachoeira do Sul, o ingresso ocorrerá nos cursos de Arquitetura e Urbanismo e nas engenharias Mecânica, Agrícola, de Transportes e Logística e Elétrica. Confira todos os cursos que terão ingresso no segundo semestre. 

O ingresso considera a nota do último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O processo contará com chamada regular e chamadas orais. 

O Termo de Adesão ao sistema no segundo semestre foi aprovado no último dia 6, em reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe). Os conselheiros decidiram pela alteração na forma de contagem dos pontos obtidos pelos candidatos. 

No primeiro semestre, os cursos consideravam com peso um cada uma das áreas de conhecimento avaliadas pelo Enem (Ciências humanas e suas tecnologias; Ciências da natureza e suas tecnologias; Linguagens, códigos e suas tecnologias; e Matemática e suas tecnologias). Agora, os cursos poderão atribuir peso às áreas, levando em consideração a abrangência do curso. 

Segundo a pró-reitora de graduação da UFSM, Martha Bohrer Adaime, a mudança foi adotada somente no segundo semestre porque, até então, a Instituição não tinha experiência com o funcionamento do sistema. 

A UFSM teve até o dia 12 de maio para lançar os dados na plataforma do Sisu. A instituição informou quais são os cursos disponíveis, o número de vagas e o peso de cada área do conhecimento. O sistema, automaticamente, distribuiu as vagas pelas cotas. Em breve, será lançado o edital. 

Mais informações  no site do Sisu/UFSM.

 

Andressa Motter, acadêmica de Jornalismo, bolsista da Agência de Notícias

Edição: Ricardo Bonfanti

Foto: Arquivo

 


Publicações Recentes