Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

Cerimônia marcou início da 32ª edição da Jornada Acadêmica Integrada

 

 

A abertura da 32ª edição da Jornada Acadêmica Integrada foi realizada na manhã desta segunda-feira (23) no Centro de Convenções da UFSM. Na cerimônia de abertura, estiveram presentes na mesa de pronunciamento os professores Paulo Afonso Burmann, reitor da UFSM, Fernando Peregrino, presidente do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e Instituições de Pesquisa Científica e Tecnológica (CONFIES), Paulo Renato Schneider, pró-reitor de Pós-Graduação e Pesquisa, Martha Adaime, pró-reitora de Graduação, Teresinha Weiller, pró-reitora de Extensão, e Paulo Cesar Piquini, coordenador de Iniciação Científica e presidente do Comitê Executivo da 32ª Jornada Acadêmica.

A solenidade teve inicio com o pronunciamento do professor Paulo Cesar Piquini, que ressaltou o crescimento de 72% do número de trabalhos na JAI, além das 30 palestras e 20 eventos que ocorrerão paralelamente. O professor também destacou os motivos que colaboraram para o aumento significativo da participação dos alunos, como nova modalidade de apresentação de trabalhos, a performance, que contemplará os cursos das artes, como dança e teatro; a utilização do Centro de Eventos para apresentação de trabalhos, além dos prêmios concedidos a professores.

Neste ano, a UFSM também contará com 520 trabalhos de outras instituições, que representam 12% das apresentações na JAI. Além disso, Piquini também destacou a 2ª edição da JAI Jovem como uma forma de atrair os estudantes do Ensino Médio para dentro da universidade e agradeceu a colaboração e apoio de todas as pessoas que trabalharam para a realização do evento.

O reitor Paulo Afonso Burmann também realizou um pronunciamento, no qual destacou a importância da UFSM no cenário nacional como uma instituição de ensino que tem a confiança da população. Burmann salientou as dificuldades que a UFSM vem enfrentando, especialmente no que diz respeito à manutenção, devido aos cortes orçamentários pelo governo federal. Porém, o reitor destacou o esforço coletivo que vem sendo desempenhado pela comunidade acadêmica e externa para a busca de soluções.

Prêmios

“Prêmio Destaque Ensino” recebido pela professora Juliana Petermann

A cerimônia também foi marcada pela entrega de prêmios. O primeiro deles foi o “Prêmio Destaque Ensino”, conquistado pelo projeto “50/50 – Igualdade de gênero no ensino e no mercado publicitário”, de autoria da professora Juliana Petermann, do Departamento de Ciências da Comunicação. Para Juliana, o prêmio é um reconhecimento pela atividade realizada, mas apesar da pesquisa fazer parte de seu trabalho, ela destaca que a sua maior função é ser professora. “O que eu gosto mesmo, o que eu sei fazer, é estar em sala de aula em contato com os estudantes. É isso o que me motiva”. A professora ressalta a importância do tema do projeto, que trabalha a igualdade de gênero no mercado da publicidade. Segunda ela, essa foi uma questão identificada dentro da sala de aula e que se configura como uma realidade encontrada pelas estudantes no mercado de trabalho. A transformação dessa prática começa ainda na sala de aula, juntamente com outros professores e professoras que estejam dispostos a conversar sobre igualdade de gênero, conforme comenta Juliana, que é docente da UFSM há 10 anos. “Ter recebido esse prêmio para mim é uma grande felicidade. É uma coisa inesperada, mas ao mesmo tempo me alegra demais, me dá força para continuar desenvolvendo meu trabalho, tentando fazer isso da melhor maneira que eu possa”, declara a professora, que dedica o prêmio a todos os alunos, especialmente às alunas.

 “Prêmio Destaque em Pesquisa” concedida à professora Cristina Nogueira

A segunda premiação, “Prêmio Destaque em Pesquisa”, foi concedida à professora Cristina Nogueira, recentemente gratificada com o Prêmio Pesquisador Gaúcho 2017, entregue pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio Grande do Sul (FAPERGS). A professora fez agradecimentos à Universidade, à Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGP) e ao Centro de Ciências Naturais e Exatas (CCNE). De acordo com Cristina, o prêmio recebido é fruto de todo um trabalho realizado com o grupo de pesquisa da qual faz parte. Emocionada, a professora agradeceu a homenagem e o reconhecimento e também a todos que contribuíram com a sua trajetória.

A solenidade contou ainda com uma conferência de encerramento, realizada pelo professor Fernando Pelegrine, doutor em Engenharia de Produção pela COPPE/UFRJ. Na palestra, o professor apresentou uma visão crítica do país frente à ciência e tecnologia.

Acompanhe a cobertura especial da 32ª edição da JAI também pelo TwitterInstagram e Facebook da UFSM.

Texto e fotos: Gabrielle Ineu Coradini, acadêmica de Jornalismo e bolsista da Agência de Notícias
Edição: João Ricardo Gazzaneo

Fonte: www.ufsm.br