Ir para o conteúdo PROGRAD Ir para o menu PROGRAD Ir para a busca no site PROGRAD Ir para o rodapé PROGRAD
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

COE-E: Liberação de disciplinas práticas presenciais depende do Centro de Operações em Emergência em Saúde Pública-UFSM

Confira o fluxo documental para disciplinas na graduação, pós-graduação, cursos técnicos e no ensino médio



 

Desde março de 2020, a UFSM foi cautelosa nas suas decisões e orientações à comunidade acadêmica. Sempre se pautou em informações científicas fornecidas pelos comitês instituídos: Gabinete de Gestão de Crise, Centro de Operações em Emergência em Saúde Pública-UFSM (COE-E UFSM), Comissão de Biossegurança Central e Comissões Setoriais. 

Ao CEPE coube a regulamentação das aulas teóricas. Já a possibilidade de realização das aulas práticas presenciais depende de liberação do COE-E. Este tem realizado um trabalho extenuante de avaliação de planos de contingência das diferentes Unidades da UFSM, bem como, juntamente com as Comissões Setoriais de Biossegurança, avaliação dos planos de retorno de disciplinas práticas que são direcionadas a estes grupos.  

Importante reiterar que o retorno das atividades práticas na UFSM está sendo realizado de forma gradual, a fim de garantir a segurança de todos e todas. E, para esclarecer o fluxo a ser adotado para garantir a realização de disciplinas práticas presenciais, destacamos ser necessário: 

 

PARA CURSOS TÉCNICOS E ENSINO MÉDIO:

  1. Que o Plano de Contingência da Unidade esteja aprovado pelo COE-E UFSM; 
  2. Que o curso demandante preencha o formulário padrão e seus anexos e encaminhe para ciência do departamento de ensino. Este trâmite deve ser pelo PEN-SIE, no tipo processual 122.31 (confira o passo a passo);
  3. Que, após ciência do departamento de ensino, o curso demandante encaminhe processo à CBio Setorial;
  4. A CBio Setorial terá a atribuição de avaliá-lo. No caso de necessitar complementação, o plano deverá retornar ao curso. Uma vez aprovado, deverá ser encaminhado ao Setor de Registro e Controle Acadêmico  (Politécnico)/ Coordenação de Registros Escolares (CTISM);
  5. O Setor de Registro e Controle Acadêmico (Politécnico)/ Coordenação de Registros Escolares (CTISM) deverá providenciar a oferta de acordo com o demandado;
  6. Ao Setor de Registro e Controle Acadêmico (Politécnico)/ Coordenação de Registros Escolares (CTISM) cabe comunicar ao COE-E UFSM sobre a oferta e as condições desta, para o acompanhamento de ações do COE. 

 

PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO:

  1. Que o Plano de Contingência da Unidade esteja aprovado pelo COE-E UFSM;
  2. Que o curso demandante, após acordo com o departamento de oferta (com relação a horários, espaço físico e docente), preencha o formulário padrão e encaminhe à CBio Setorial. Este trâmite deve ser pelo PEN-SIE, no tipo processual 122.31 (confira o passo a passo);
  3. A Cbio Setorial terá a atribuição de avaliá-lo. No caso de necessitar complementação, o plano deverá retornar ao curso. Uma vez aprovado, deverá ser encaminhado à PROGRAD;
  4. A PROGRAD deverá providenciar a oferta de acordo com o demandado;
  5. À PROGRAD cabe comunicar ao COE-E UFSM sobre a oferta e as condições desta, para o acompanhamento de ações do COE.

 

PARA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO:

  1. Que o Plano de Contingência da Unidade esteja aprovado pelo COE-E UFSM;
  2. Que o curso demandante, após acordo com o departamento de oferta (com relação a horários, espaço físico e docente), preencha o formulário padrão e encaminhe à CBio Setorial. Este trâmite deve ser pelo PEN-SIE, no tipo processual 122.31 (confira o passo a passo);
  3. A CBio Setorial terá a atribuição de avaliá-lo. No caso de necessitar complementação, o plano deverá retornar ao curso. Uma vez aprovado, deverá ser encaminhado à PRPGP;
  4. A PRPGP deverá providenciar a oferta de acordo com o demandado, através do Núcleo de Controle Acadêmico;
  5. À PRPGP cabe comunicar ao COE-E UFSM sobre a oferta e as condições desta, para o acompanhamento de ações do COE. 

Até o momento, o COE-E aprovou os planos de contingência da Unidade de Educação Infantil Ipê Amarelo, Centro de Ciências da Saúde, Centro de Ciências Naturais e Exatas, Centro de Ciências Sociais e Humanas, Centro de Ciências Rurais e Campus da UFSM de Palmeira das Missões. Estão com o COE-E para avaliação e aprovação os planos de contingência do Colégio Politécnico da UFSM, Colégio Técnico Industrial de Santa Maria, Campus da UFSM de Frederico Westphalen e Centro de Educação Física e Desportos. 

Já em relação aos planos de retorno das disciplinas, foram aprovados e retornaram para as atividades práticas presenciais todos os cursos do Centro de Ciências da Saúde. Além destes, outros cursos das unidades cujo plano de contingência foi aprovado pelo COE-E estão enviando seus planos de retorno para as Comissões Setoriais e, tão logo seja feita a avaliação, terão suas atividades práticas presenciais liberadas. 

Para mais informações e orientações, acesse https://www.ufsm.br/coronavirus/cbio/  ou entre em contato com o coe@ufsm.br.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor 

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes