Ir para o conteúdo PROGRAD Ir para o menu PROGRAD Ir para a busca no site PROGRAD Ir para o rodapé PROGRAD
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Residência Pedagógica

Residência Pedagógica

 O Programa de Residência Pedagógica é uma das ações que integram a Política Nacional de Formação de Professores e tem por objetivo induzir o aperfeiçoamento do estágio curricular supervisionado nos cursos de licenciatura, promovendo a imersão do licenciando na escola de educação básica, a partir da segunda metade de seu curso.

Essa imersão deve contemplar, entre outras atividades, regência de sala de aula e intervenção pedagógica, acompanhadas por um professor da escola com experiência na área de ensino do licenciando e orientada por um docente da sua Instituição Formadora.

A Residência Pedagógica, articulada aos demais programas da Capes compõem a Política Nacional, tem como premissas básicas o entendimento de que a formação de professores nos cursos de licenciatura deve assegurar aos seus egressos, habilidades e competências que lhes permitam realizar um ensino de qualidade nas escolas de educação básica.

logotipo residência pedagógica

Objetivos

  1. Aperfeiçoar a formação dos discentes de cursos de licenciatura, por meio do desenvolvimento de projetos que fortaleçam o campo da prática e conduzam o licenciando a exercitar de forma ativa a relação entre teoria e prática profissional docente, utilizando coleta de dados e diagnóstico sobre o ensino e a aprendizagem escolar, entre outras didáticas e metodologias;
  2. Induzir a reformulação do estágio supervisionado nos cursos de licenciatura, tendo por base a experiência da residência pedagógica;
  3. Fortalecer, ampliar e consolidar a relação entre a IES e a escola, promovendo sinergia entre a entidade que forma e a que recebe o egresso da licenciatura e estimulando o protagonismo das redes de ensino na formação de professores;
  4. Promover a adequação dos currículos e propostas pedagógicas dos cursos de formação inicial de professores da educação básica às orientações da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Como funciona

  • As IES serão selecionadas por meio de Edital público nacional para apresentarem projetos institucionais de residência pedagógica.
  • O Programa será desenvolvido em regime de colaboração com as Secretarias Estaduais e Municipais de Educação. Assim, as Intuições de Ensino Superior participantes deverão organizar seus projetos Institucionais em estreita articulação com a proposta pedagógica das redes de ensino que receberão os seus licenciandos.
  • O regime de colaboração será efetivado por meio da formalização de Acordo de Cooperação Técnica (ACT) firmado entre o Governo Federal, por meio da Capes e o os estados, por intermédio das secretarias de educação de estado ou órgão equivalente. A participação do governo municipal se efetivará por meio de Termo de Adesão ao ACT, firmado por suas secretarias de educação.

Modalidades de Bolsa

No Programa de Residência Pedagógica serão concedidas as seguintes modalidades de bolsa:

  1. Residente: para discentes com matrícula ativa em curso de licenciatura que tenham cursado o mínimo de 50% do curso ou que estejam cursando a partir do 5º período, no valor de R$400,00 (quatrocentos reais);
  2. Coordenador Institucional: para docente da IES responsável pelo projeto institucional de Residência Pedagógica, no valor de R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais);
  3. Docente Orientador: para o docente que orientará o estágio dos residentes estabelecendo a relação entre teoria e prática, no valor R$1.400,00 (um mil e quatrocentos reais);
  4. Preceptor: para o professor da escola de educação básica que acompanhará os residentes na escola-campo, no valor de R$ 765,00 (setecentos e sessenta e cinco reais).

Fonte: Portal CAPES

Grupos Residência Pedagógica

Coordenadora: Marilda Oliveira de Oliveira

Contato:marilda.oliveira@ufsm.br

Participantes: 24 bolsistas e 3 preceptoras

Escolas participantes: Escola Municipal Ensino Fundamental Pinheiro Machado, Escola Estadual Educação Básica Professora Margarida Lopes e Instituto Estadual de Educação Olavo Bilac

Séries atendidas: Ensino Fundamental (6ª, 7ª, 8ª, 9º), Ensino Média (1º, 2º, 3º) e EJA

Objetivos: Organizar as atividades de ensino dos residentes do Curso de Licenciatura em Artes Visuais, de modo a que vivenciem a imersão da docência em espaços da educação básica. Objetivos Específicos: 1) Pensar a docência e os processos de formação inicial e continuada de professores/as de Artes Visuais como um campo expandido, capaz de alimentar-se de provocações oriundas das artes, em especial das artes visuais contemporâneas.

Coordenadora: Inés Prieto Schmidt Sauerwein

Contato: ines.p.sauerwein@ufsm.br

Participantes: 28 bolsistas, 6 voluntários, docentes da educação básica

Escolas participantes:Escola Estadual de Ensino Médio Dr. Walter Jobim, Instituto Estadual Padre Caetano e Colégio Estadual Manoel Ribas

Séries atendidas: Ensino Médio (1º, 2º e 3º anos)

Objetivos: O objetivo principal do programa Residência Pedagógica é a inserção do residente em uma escola da educação básica durante os 18 meses da bolsa. As atividades do RP-Física são: observação das aulas do professor preceptor ao qual o residente está vinculado; elaboração, implementação e reflexão de planos de aula; estudos dos referenciais teóricos que embasam a prática docente, a física e seu ensino. Cada residente elabora um dossiê com as atividades desenvolvidas nos três módulos, com duração de 6 meses cada um.

Canais do youtube das escolas:

1) Escola Estadual de Ensino Médio Dr. Walter Jobim: https://www.youtube.com/channel/UCAMxIWA7XFPcymoAPjIGIig

Coordenadora: Sandra Ana Bolfe

E-mail: sabolfe@hotmail.com

Participantes: 24 bolsistas, 2 voluntários, 3 docentes da educação básica

Escolas participantes: Escola Estadual EM Santa Marta, Colégio Estadual de Ensino Básico Edna May Cardoso e Escola Municipal EF Vicente Farencena

Séries atendidas: 6º, 7º, 8º, 9º (fundamental) e 1º, 2º e 3º (ensino médio)

Objetivos:

– Participação efetiva nas atividades do projeto;
– Atendimento aos compromissos e realização das atividades planejadas.
– Elaboração de planos de aula e dos relatórios;
– Imersão na sala de aula virtual e elaboração de vídeos-aulas
– Tomada de atitudes na resolução de problemas advindos do processo de ensino-aprendizagem;
– Participação em seminários semestrais;
– Participação em seminários integradores e eventos na área do projeto;
– Avaliação dos resultados esperados como processo de ação-reflexão-ação oferecendo espaços/tempo de identidade e realização profissional.

Canal do youtube: https://www.youtube.com/watch?v=1NzCJpuMK6E

print da tela de uma sala do google meet
Clique para ampliar

Coordenadora: Mariana Flores da Cunha Thompson Flores

Contato:mariana.thompson@ufsm.br e residenciahistoriaufsm@gmail.com

Participantes: 24 bolsistas, 1 voluntários, 3 docentes da educação básica

Escolas participantes: Coronel Pilar (Santa Maria), Edna May Cardoso (Santa Maria) e Bom Conselho (Silveira Martins)

Séries atendidas: Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) e Ensino Médio

Objetivos: Promover a imersão no contexto escolar aos licenciandos – professores em formação – de forma que possam experienciar todas as dimensões desse trabalho (preparação e aplicação de material didático, observação e regência de turmas, aspectos burocráticos organizacionais das escolas, etc).

Canal do youtube do RP História: https://www.youtube.com/channel/UCOyAdDmBs1EwEgL7dV7Jj8g

Coordenadora: Maria Cecília Pereira Santarosa

E-mail: mcpsrosa@gmail.com

Participantes: 24 bolsistas, 3 voluntários, 3 docentes da educação básica

Escolas participantes: EMEF Duque de Caxias, EEEB Érico Veríssimo e Instituto Estadual de Educação Olavo Bilac

Séries atendidas: 6º, 7º, 9º (fundamental) e 1º e 2º (ensino médio)

Objetivos: (1) Estudo do tipo Etnográfico: Objetivos: inserção do residente na escola campo – estudos baseados na observação participante (no sistema remoto), na análise de documentos (histórico da escola, regimento da escola, plano de ensino), nas entrevistas em profundidade (no sistema remoto); (2) Oficinas de formação inicial: Objetivos: Fundamentação teórica, metodológica e epistemológica para o professor de matemática – Aprendizagem Significa Crítica na Educação Matemática, Formação de professores de Ciências e Matemática, Estudos da BNCC; Tecnologias de Comunicação e Informação no Ensino da Educação Matemática; (3) Seminários RP: Objetivos: socialização, discussão e reflexão acerca dos temas abordados nas preparações das aulas considerando os cinco lugares da educação propostos por Novak: ensino – aprendizagem – contexto – currículo – avaliação; (4) Projeto Ação Solidária: Objetivo: arrecadação de cestas básicas para o público acadêmico carente da Instituição UFSM.

print da tela de uma sala do google meet
Clique para ampliar

Coordenadora: Marilda Oliveira de Oliveira

E-mail: marilda.oliveira@ufsm.br

Participantes: 24 residentes e 3 preceptores

Escolas participantes: Escola Municipal Ensino Fundamental Pinheiro Machado, Escola Estadual Educação Básica Professora Margarida Lopes e Instituto Estadual de Educação Olavo Bilac

Séries atendidas: Ensino Fundamental (6ª, 7ª, 8ª, 9º), Ensino Média (1º, 2º, 3º) e EJA

Objetivos: Organizar as atividades de ensino dos residentes do Curso de Licenciatura em Artes Visuais, de modo a que vivenciem a imersão da docência em espaços da educação básica. Objetivos Específicos: 1) Pensar a docência e os processos de formação inicial e continuada de professores/as de Artes Visuais como um campo expandido, capaz de alimentar-se de provocações oriundas das artes, em especial das artes visuais contemporâneas.

Coordenadora: Sabrina Fernandes de Castro

E-mail: rpeducacaoespecial@ufsm.br

Participantes: 24 bolsistas, 3 voluntários e 3 preceptores

Escolas participantes: Escola Estadual de Ensino Médio Prof. Naura Teixeira Pinheiro, Escola Municipal de Ensino Fundamental Chácara das Flores e Escola Estadual de Educação Básica Augusto Ruschi

Séries atendidas: Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio

Objetivos: Os núcleos Educação Especial, dos Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e Residência Pedagógica (RP), tem um projeto guarda-chuva intitulado “Iniciação a docência em Educação Especial: implementação de uma parceria colaborativa entre o ensino regular e a educação especial”, formado por ações que contribuem na constituição de um espaço de aprendizagem da docência através da interação entre escolas da rede pública de educação básica e a universidade, por meio da inserção dos licenciandos no cotidiano escolar de modo a oportunizar-lhes a criação e participação em experiências metodológicas, tecnológicas e práticas docentes de caráter inovador e interdisciplinar. Os núcleos de Educação Especial desenvolvem suas ações a partir de quatro eixos norteadores: ensino colaborativo, avaliação funcional da Deficiência Intelectual, atendimento educacional especializado individualizado e produção e adaptação de recursos pedagógicos, procurando assim auxiliar na grande demanda atual relacionada a educação especial na perspectiva da educação inclusiva, visto que os princípios da educação inclusiva estão cada vez mais se estabelecendo nas práticas pedagógicas das escolas. Estes núcleos envolvem a participação de duas professoras da UFSM, seis professoras de escolas da rede pública de Santa Maria, uma mestranda do PPGEPT voluntária e acadêmicos dos cursos de Educação Especial, diurno e noturno, da UFSM distribuídos entre seis equipes. O objetivo das ações, além da iniciação a docência, é o auxílio na superação de dificuldades relacionados ao processo de ensino e aprendizagem de alunos com deficiência em contexto inclusivo.

Atividade Quinta em Rede

Atividade Quinta em Rede – 2

Editais anteriores

Documentação necessária no PEN

Fluxograma

Fluxograma de Homologação do Residência Pedagógica

PEN-SIE

Clique aqui para acessar o portal de documentos para abertura de processo de estágio

Homologação

Tutorial de Homologação

  • Termo de compromisso extraído do Portal da CAPES
  • Carta de apresentação
  • Plano de atividades
  • Termo de adesão à atividade presencial (anexo – somente se forem realizadas atividades presenciais)
  • Apólice de seguro

Arquivos editáveis

Documentos padrão UFSM para edição com as informações

Contato

Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail rosalvo.sawitzki@ufsm.br e pelo telefone (55) 3220.8338.