Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

Socioeconômicas

 

Atendendo ao que determinam a Lei nº 12.711/2012 e a Portaria Normativa nº 18/2012, a Universidade Federal de Santa Maria destina parte de suas vagas de ingresso nos cursos de graduação a candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário-mínimo, que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

Além de estimular o ingresso do estudante de baixa renda na universidade, a UFSM preocupa-se também com a permanência deste, por meio de iniciativas como o Benefîcio Socioeconômico, administrado pela PRAE (Pró-reitoria de Assuntos Estudantis), que provê moradia estudantil nas Casas do Estudante Universitário (CEU), bolsa alimentação no Restaurante Universitário (RU), bolsa transporte no sistema de ônibus municipal, auxílio para aquisição de materiais pedagógicos, plantão psicossocial e atendimento odontológico.

Outras iniciativas, que contemplam não apenas o estudante em vulnerabilidade socioeconômica, são desenvolvidas por outros órgãos da UFSM, como o apoio didático-pedagógico, o reforço escolar, as iniciativas em acessibilidade para pessoas com deficiência, surdez, superdotação e/ou altas capacidades, além de programas de Ações Afirmativas e projetos voltados aos educandos pretos, pardos, quilombolas, indígenas, de baixa renda e comunidade LGBT+.

O estudante regularmente matriculado na UFSM pode, ainda, concorrer a bolsas e estágios remunerados de monitoria, formação estudantil, educação tutorial e iniciação científica, que são regulamente anunciados na seção de Editais do portal www.ufsm.br e da Coordenadoria de Iniciação Científica  em www.ufsm.br/prpgp.