Ir para o conteúdo UMA Ir para o menu UMA Ir para a busca no site UMA Ir para o rodapé UMA
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Jardim Botânico realiza pré-lançamento online do projeto Telhado Verde



Também chamado de telhado ecológico, eco telhado ou cobertura vegetal, o Telhado Verde do Jardim Botânico da UFSM teve seu pré-lançamento realizado nesta quinta (3), em transmissão ao vivo pela página do Facebook da Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O objetivo foi apresentar o projeto finalizado à comunidade local e regional de Santa Maria e explicar o funcionamento do jardim. A transmissão com a presença do vice-reitor da UFSM, Luciano Schuch, o pró-reitor e o pró-reitor adjunto de Extensão, Flavi Lisboa e Rudiney Soares Pereira, o vice-diretor do Centro de Ciências Naturais e Exatas, Neri Paniz, e o diretor do Jardim Botânico, Fabio Menezes.

A abertura teve início com a fala da coordenadora do projeto, Simone Messina Gomez, do Programa de Educação Socioambiental da UFSM. A técnica em assuntos educacionais explicou sobre as três dimensões que o projeto se apoia: engenharia sustentável,  paisagismo e educação socioambiental. De acordo com a coordenadora, a ideia do telhado surgiu da paisagista e também bolsista do Fundo de Incentivo à Extensão (FIEX), Daiane Oliveira. Para sua finalização, foram essenciais as pesquisas da professora Rutineia Tassi, por meio do Grupo de Pesquisa em Modelagem Hidroambiental e Ecotecnologias do Centro de Tecnologia da UFSM, e a direção do Centro de Ciências Naturais e Exatas, por meio professora Sonia Cechin. Outro elemento importante foram as doações de plantas feitas pelo público.

O projeto contou também com a colaboração e a parceria da Floricultura Floresce de Santa Maria, com o Colégio Politécnico da UFSM, através da Cooperativa Escola dos Estudantes do Colégio Politécnico (CESPOL) e dos cursos Técnico em Paisagismo e Tecnologia em Gestão Ambiental; Centro de Tecnologia (UFSM), através do Grupo de Pesquisa em Modelagem Hidroambiental e Ecotecnologias; Pró-Reitoria de Infraestrutura; e Pró-Reitoria de Extensão.

Telhados verdes atuam como isolantes térmicos e proporcionam ambientes frescos

O telhado verde, além de ser atrativo para visitantes, auxilia no processo de drenagem pluvial e estimula a percepção da diversidade vegetal, colaborando para o aumento da biodiversidade. Eles são uma ótima solução termoacústica, atuando como um isolante térmico e evitando a transferência de calor, frio ou ruído para o interior da edificação. 

Após a fala da Simone, um mini documentário foi transmitido. Nele, foi possível perceber a diferença do antes e depois do telhado e algumas explicações foram feitas pela paisagista Daiane sobre algumas escolhas de plantas e do solo com areia. “As bromélias foram escolhidas pela sua rusticidade e capacidade de adaptação. Elas têm a capacidade de armazenar água nas suas rosetas foliares”, explicou a paisagista. Sobre a areia utilizada no solo, a aluna de Biologia explicou que ela contribui para melhores condições de drenagem, sendo um excelente substrato para as bromélias, e não impossibilita que, no futuro, seja colocada grama no telhado. 

“Foi gratificante colocar a mão na terra, carregar areia, carregar os insumos. Valeu a pena cada segundo, sei que tudo que a gente fez, vai reverter para a nossa sociedade”, comentou Simone.

As visitas ao telhado verde, por enquanto, estão suspensas – podendo ser retomadas futuramente. Simone explica que a ideia é executar mais atividades educativas levando em conta diversos outros temas. Além disso, construir casas nas árvores também é um projeto futuro para atrair o público para o Jardim Botânico. 

A transmissão completa do pré-lançamento do projeto pode ser assistida na página do Facebook da PRE

Reportagem: Eloíze Moraes, bolsista da Agência de Notícias da UFSM
Edição: Davi Pereira


Publicações Recentes