Ir para o conteúdo UMA Ir para o menu UMA Ir para a busca no site UMA Ir para o rodapé UMA
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

O que a coleta recolhe

A Coleta Seletiva Solidária recolhe resíduos recicláveis:

  • papéis brancos e coloridos,papelões, revistas, jornais, apostilas, livros;
  • metais, sucatas de todos os tipos e fios elétricos; vidros (exceto para-brisa com laminado);
  • plásticos (exceto PVC colorido e isopor).
  • É importante considerar que nem sempre, o fato do resíduo ser reciclável assegura que ele será encaminhado à reciclagem. É necessário a existência de mercado comprador próximo para que isso ocorra, caso contrário é considerado rejeito. É o que acontece com o isopor e PVC  colorido em Santa Maria (RS).

 

Recomendações para facilitar e tornar mais seguros o descarte e a coleta

Caixas de papelão: para otimizar o espaço do contêiner, abrir e dobrar as caixas. 

Papéis: não amassar. Os papéis desamassados são mais fáceis de serem separados, picotados e enfardados. Este cuidado agrega valor no momento da comercialização do material. 

Vidros, garrafas e outros materiais perfurantes e cortantes: acondicionar separadamente em embalagem resistente e com a respetivamente identificação, por exemplo: VIDRO ou VIDRO QUEBRADO, a fim de evitar acidentes e ferimentos durante o manuseio.

Latas de conserva: empurrar a tampa para dentro, pois o serrilhado das bordas pode provocar ferimentos nos coletores e selecionadores de resíduos.

Sucata metálica: materiais volumosos solicitar solicitar via email à COMPLANA que a coleta seja realizada no local de armazenamento; cortantes e perfurantes embalar e indicar o conteúdo – SUCATA METÁLICA.

Embalagens plásticas, longa vida e copos descartáveis: entregar o mais limpo possível, porém sem a necessidade de lavagem com água da torneira (tratada). A água está cada vez mais escassa, precisa ser economizada e usada racionalmente. Alternativas para limpeza: deixe escorrer o conteúdo no caso dos líquidos; retirar o conteúdo com o auxílio de uma colher. Se achar necessário lavar, use água servida, como a água do enxague da lavagem louça, que será fatalmente descartada para a rede de esgoto. O alimento retirado destinar como resíduo orgânico. Não se preocupe se a limpeza da embalagem não foi primorosa, pois ela será lavada e picada para ser processada. Estes cuidados evitam o mau cheiro e o aparecimento de moscas, ratos, baratas e outros vetores.

Importante: embalagens e plásticos sujos de sangue, em virtude da frequência da coleta seletiva não ser diária, devem ser descartados como rejeito (contêineres pretos ou cinzas) para evitar o mau cheiro e a ocorrência de moscas e outros vetores. 

Documentos Sigilosos: solicitar via email o descarte à COMPLANA para organização da logística necessária (coleta do material na unidade solicitante; transporte à unidade de picotagem; pesagem do material; picotagem com acompanhamento ou não pelo representante do setor solicitante; enfardamento e destinação às Associações habilitadas para a respectiva comercialização).

Passivos e materiais inservíveis: solicitar via email à COMPLANA a realização de estudo de viabilidade para destinação à Coleta Seletiva Solidária ou orientação para encaminhamento à melhor destinação disponível.