Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

Reitor cumpre agenda de compromissos em Brasília

O reitor da UFSM, professor Paulo Afonso Burmann, está em Brasília neste início de semana cumprindo uma série de agendas até a próxima quarta-feira (25). O vice-reitor, professor Luciano Schuch, está no exercício da Reitoria da Universidade.

Entre as pautas da viagem está a busca de apoios para a realização de uma conferência internacional sobre desarmamento nuclear, segurança e paz mundial, em Santa Maria, em agosto. O evento será promovido pela UFSM em parceria com a ONG Conferências Pugwash, liderada pelo embaixador brasileiro e ex-Alto Representante das Nações Unidas para Assuntos de Desarmamento, Sérgio de Queiroz Duarte. A proposta do evento foi apresentada na manhã desta segunda-feira (23) ao presidente do CNPq, Mário Neto Borges, e à tarde, levada à discussão junto ao Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. O ex-reitor da UFSM professor Odilon do Canto acompanha Burmann nestas agendas.

Também na tarde desta segunda-feira, o reitor assinou o Termo de Execução Descentralizada para o lançamento do NanoSact BR-2, junto à Agência Espacial Brasileira (AEB). O nanossatélite brasileiro foi desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), por meio de seu Centro Regional Sul (CRCRS) em parceria com a UFSM.

Para amanhã (24), estão agendadas reuniões com o diretor-geral da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), Nelson Simões da Silva, para tratar da Redecomep; e com o embaixador Sérgio Eduardo Moreira Lima, presidente da Fundação Alexandre de Gusmão (Funag), órgão vinculado ao Ministério das Relações Exteriores, também para busca de apoio à conferência internacional sobre desarmamento nuclear.

Na quarta-feira (25), o reitor tem agenda marcada no Ministério da Educação. No encontro, Burmann apresentará proposta para a liberação de cerca de R$ 20 milhões do orçamento de Capital da Universidade, a ser destinado à continuidade das obras no campus de Cachoeira do Sul. O reitor também convidará o novo Ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, a visitar a UFSM para a inauguração de uma série de obras, entre elas os blocos de sala de aula em fase de conclusão em Cachoeira do Sul.