Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

Burmann participa de encontro de reitores do Grupo Montevideo, no Chile

Representantes de 33 instituições de ensino superior públicas da América Latina, pertencentes à Associação de Universidades do Grupo Montevideo (AUGM), encontram-se reunidos desde ontem (07), em Valparaíso e Viña del Mar, no Chile. O reitor Paulo Afonso Burmann representa a UFSM no 73º Conselho de Reitores da AUGM, que se encerra hoje (08). O evento foi organizado pelas Universidades chilenas de Playa Ancha (UPLA) e Valparaíso (UV).

O encontro de reitores sucede uma série de reuniões prévias, das quais participou o assessor para assuntos internacionais, professor César Finger, como representante da UFSM. A participação da Universidade no evento, segundo o reitor Paulo Burmann, visa também destacar a UFSM no cenário da América Latina, colocando a instituição à disposição para sediar futuros encontros da AUGM, bem como reforçar o convite para a participação das instituições parceiras no “Seminário Internacional América do Sul na era nuclear: riscos, desafios e perspectivas”, que será realizado em Santa Maria, entre 19 e 21 de agosto de 2018, em parceria com a ONG Conferências Pugwash.

Ontem, a sessão inaugural do conselho de reitores teve como pauta principal a aprovação de um documento que a AUGM enviará à III Conferência Regional de Educação Superior (CRES), que ocorrerá em junho, em Córdoba, na Argentina. O documento reitera a posição dos dirigentes das instituições pertencentes à Associação em defesa das universidades públicas da América Latina. Os reitores destacam o papel das universidades no desenvolvimento regional e a importância de reivindicar-se o princípio fundamental da educação como um bem público e social, como obrigação de cada Estado para com seus cidadãos. “Como reitores, devemos contribuir para que os diversos atores de nossas sociedades vejam as universidades e os sistemas de ensino superior como contribuintes eficientes e eficazes para o desenvolvimento de nossos povos”, afirmou o presidente da AUGM e reitor da Universidade Mayor de San Andrés (Bolívia), Waldo Albarracín.

Cerca de 30 pessoas em torno de uma mesa de reuniões
33 instituições ligadas à AUGM reunidas no Chile

Além da aprovação da declaração para a CRES 2018, o encontro ainda busca aproximar as instituições pertencentes à AUGM, estreitando relações e fortalecendo os laços de cooperação entre as universidades. Também são avaliados os ingressos de novas instituições na Associação, a programação de futuras reuniões e debatidos outros temas de interesse comum acerca do futuro da educação superior na América Latina.

AUGM – A Associação de Universidades do Grupo Montevideo é uma rede de universidades públicas formada por 35 instituições do Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Bolívia e Chile. Além da UFSM, outras onze universidades brasileiras integram o grupo.