Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

Plano de Gestão 2018-2021 é aprovado no Conselho Universitário

Foi aprovado por unanimidade, durante a 807ª Reunião Ordinária do Conselho Universitário da Universidade Federal de Santa Maria, realizada nesta sexta-feira (29), o Plano de Gestão para o período 2018-2021. O documento estabelece objetivos e metas para a gestão dos professores Paulo Afonso Burmann e Luciano Schuch.

O Plano traz como meta principal consolidar a UFSM como uma universidade de excelência, subindo no Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) do Ministério da Educação (MEC) da atual nota 4 para a nota 5. O IGC é um indicador de qualidade que avalia as Instituições de Ensino Superior do país. Para atingir a nota 5 até 2021, será preciso qualificar ainda mais os cursos de graduação e pós-graduação, promovendo a melhoria da média do Conceito Preliminar de Curso (CPC) e obtendo notas mais altas nas avaliações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), e dando continuidade ao crescimento dos programas de pós-graduação, tanto no nível quantitativo quanto qualitativo.

Presidindo a reunião, o reitor Paulo Afonso Burmann destacou a forma como o Plano de Gestão foi construído, contando com a participação direta de diversos setores da comunidade acadêmica e envolvimento direto de toda a equipe da administração central. “Temos um documento que realmente norteia de forma precisa e objetiva o que se espera realizarmos nestes quatro anos de gestão. Um plano que dialoga tanto com o PDI quanto com o conjunto de propostas que apresentamos durante o processo eleitoral”, salienta Burmann.

O conselheiro Breno Diniz Pereira, professor do Programa de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas e membro da Comissão de Legislação e Regimentos, foi o relator do processo que tratava do Plano de Gestão. Breno emitiu parecer favorável ao Plano e, seguida, teceu comentários parabenizando a gestão e a Pró-Reitoria de Planejamento, responsável pela elaboração do documento. “Como pesquisador desta área, conheço mais de 20 planos de gestão de diversas universidades. Considero este o melhor, um plano ousado e bem construído”, destacou o conselheiro.

Antes de passar pelo Conselho, o plano havia sido apreciado em apresentação às equipes das Pró-Reitorias e às direções das Unidades Universitárias.

Código Disciplinar Discente – Também constava na pauta da reunião do Conselho Universitário a votação da proposta de Minuta do Código Disciplinar Discente da Universidade. O processo recebeu pedido de vistas pelo conselheiro representante do Diretório Central do Estudantes. Em decorrência do pedido, o reitor solicitou a realização de uma reunião extraordinária para a avaliação do parecer do DCE e, não havendo impedimentos, a votação do Código. A reunião do Conselho foi agendada para a próxima quarta-feira (04), às 8h30. O reitor justificou a urgência na votação do Código, em razão dos recentes casos envolvendo denúncias de estupro na Universidade.