Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

Pesquisa do Perfil Socioeconômico dos Estudantes é encerrada na UFSM com 50% de adesão

Desenvolvida ao longo do primeiro semestre letivo de 2018, a quinta edição da Pesquisa do Perfil Socioeconômico dos Estudantes das Universidades Federais foi encerrada na UFSM. No total, 10.674 estudantes responderam ao questionário online, o que representa 50,03% do corpo discente habilitado para a pesquisa. O levantamento foi promovido pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e pelo Fórum Nacional de Pró-Reitores de Assistência Estudantil (Fonaprace).

A pesquisa foi disponibilizada a estudantes de 65 IFES do Brasil, e os dados obtidos servirão como subsídios para o desenvolvimento de políticas públicas e para a melhoria da gestão dos recursos destinados às universidades públicas, sobretudo para o atendimento das demandas de assistência estudantil. Em edições anteriores, a pesquisa demonstrou a evolução do perfil dos graduandos, revelando dados como a prevalência de estudantes oriundos de famílias com renda máxima de quatro salários mínimos e o aumento do número de estudantes negros e negras, que quase triplicou entre 2003 e 2014. “A adesão do corpo discente da UFSM à pesquisa foi importantíssima. É somente com o comprometimento dos estudantes, com a colaboração de todos, que podemos continuar melhorando a nossa Universidade”, avalia o reitor, professor Paulo Afonso Burmann.

Para o coordenador de Planejamento e Avaliação Institucional da Pró-Reitoria de Planejamento (Coplai/Proplan) da UFSM, Fernando Barbosa, os dados levantados pela pesquisa servem “para que as universidades conheçam seus estudantes e possam gerenciar melhor os recursos públicos destinados à educação”. A compilação das informações obtidas será feita pela Andifes, que deverá produzir um relatório geral sobre o perfil socioeconômico dos estudantes brasileiros e uma compilação específica de cada universidade participante.

De acordo com Barbosa, na UFSM, os dados serão utilizados como fontes de informação para a gestão da Universidade, subsidiando ferramentas como o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), bem como ações da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae).

Avaliação Docente – No Portal do Aluno, os estudantes da UFSM já encontram uma nova consulta institucional: a Avaliação do Docente pelo Discente, referente ao primeiro semestre de 2018. O objetivo desta avaliação é contribuir para a melhoria das práticas pedagógicas adotadas pelos professores da instituição. A pesquisa pode ser respondida até o dia 31 de julho.