Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Acadêmicos da UFSM-CS realizam visita técnica



Na manhã da última quinta-feira (28), os acadêmicos dos cursos de Engenharia Agrícola e Engenharia Mecânica, que cursam a disciplina de Máquinas Agrícolas, realizaram uma visita técnica na empresa Terra Aviação Agrícola. A visita foi orientada pelo Prof. Dr. Eduardo Leonel Bottega. Os acadêmicos foram recebidos pelos pilotos agrícolas e proprietários da empresa Mário Henrique Kämpf e Eduardo Schroeder.

Inicialmente, o Sr. Mário apresentou os componentes do sistema de aplicação de líquidos instalados em uma das aeronaves, destacando a função e regulagem de cada um. Na sequência, comentou sobre o quão criteriosa é a fiscalização nas empresas de aviação agrícola no país, salientando que são cinco os órgãos fiscalizadores deste ramo de prestação de serviços, os quais exigem uma ampla documentação para cada aplicação aérea realizada. Enfatizou ainda a importância de a sociedade conhecer como as empresas de aviação agrícola são regulamentadas e fiscalizadas, uma vez que, muitas vezes este ramo de atividade agrícola é tido como “vilão”.

O Sr. Eduardo apresentou aos acadêmicos dois sistemas empregados no fracionamento da calda de aplicação em gotas, um do tipo atomizador centrífugo e o outro do tipo pressão hidráulica (ponta de pulverização). Explicou como estes trabalham e quais as formas de regulagem empregadas. Destacou que o atomizador centrífugo é o sistema que apresenta maior homogeneidade na população de gotas, resultando em uma aplicação mais segura e eficiente.

Na sequência, os proprietários apresentaram aos acadêmicos como são planejadas as operações de aplicação aérea, demonstrando a sequência de ações em software desde a delimitação do polígono da área a ser tratada, carregamento das informações no GPS da aeronave, descarregamento das informações após a aplicação e avaliação do serviço realizado. Comentaram ainda que, além da aplicação de defensivos, a empresa utiliza aeronaves para realização da semeadura de culturas forrageiras e aplicação de ureia em lavouras de arroz, apresentando aos acadêmicos os componentes conhecidos por difusores, utilizados nestas operações.

Este tipo de atividade, de acordo com o Prof. Bottega, é de extrema importância na formação dos acadêmicos, pois oportuniza um contato físico com sistemas apresentados apenas de forma digital em sala de aula. Além disso, a conversa com profissionais de diferentes áreas, por meio de visitas técnicas, agrega uma forma de conhecimento que apenas quem está atuando no ramo possui, que são as vivências práticas, não encontradas em livros e artigos científicos.



Publicações Recentes