Ir para o conteúdo Cachoeira do Sul Ir para o menu Cachoeira do Sul Ir para a busca no site Cachoeira do Sul Ir para o rodapé Cachoeira do Sul
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Laboratório de Síntese e Caracterização de Nanomateriais (LSCNano) registra sua 5º patente



No início de agosto, sob o número BR 10 2022 017553 5, foi depositada a 5ª patente criada pelo Laboratório de Síntese e Caracterização de Nanomateriais (LSCNano), do campus da UFSM em Cachoeira do Sul. Intitulada “Artefato Cimentício Ecológico Condutor e Gerador de Energia Fotovoltaica e Higroelétrica”, a presente invenção pertence ao campo da Engenharia Civil e Engenharia Elétrica, com foco em obtenção de técnicas de coleta e geração de energia alternativa. O invento conta com a participação das alunas Ingridi dos Santos Kremer, do curso de Engenharia Elétrica, e Eloisa da Rosa, do curso de Engenharia Mecânica, orientadas pelo professor Jocenir Boita.

O artefato desta invenção possui capacidade de coleta e armazenamento de energia por fonte alternativa, Fotovoltaica, Higroelétrica ou Híbrida, com capacidade de geração de voltagem de até 400 mV e amperagem de até 0,35 mA por uma área de 0,004 m². Isso em escala industrial pode ser uma nova alternativa de geração de energia, podendo ser utilizado com fontes de luz natural ou artificial durante o dia, umidade ou chuva durante a noite diretamente em contato com o artefato, combinadas de forma Híbrida tanto durante o dia quanto a noite, ou seja em 100 % do tempo, gera eletricidade. Esta descoberta se baseia em conceitos de Física voltados a “Nanotecnologia”, através do uso de nanoestruturas metálicas e seus óxidos. Esta patente de invenção representa um marco na história de geração de eletricidade, pois utiliza, além da fonte Fotoelétrica (luz), uma fonte pouco conhecida e quase nada explorada a Higroeletricidade, combinadas de forma Híbrida. Segundo o professor Jocenir Boita, coordenador da pesquisa, a pretensão é avançar com a transferência da tecnologia para empresas interessadas em desenvolver esta tecnologia a nível industrial pelo mundo, fornecendo, desta forma, uma alternativa energética a mais para a sociedade.

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-376-3928

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes