Ir para o conteúdo Cachoeira do Sul Ir para o menu Cachoeira do Sul Ir para a busca no site Cachoeira do Sul Ir para o rodapé Cachoeira do Sul
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Secretaria de Apoio Internacional promove primeiro evento voltado à internacionalização da UFSM



A Secretaria de Apoio Internacional realizará nos dias 17 e 18 de novembro o evento “A internacionalização da UFSM: passado, presente e futuro”, voltado para toda a comunidade da instituição, incluindo estudantes e professores de outros campi. No encontro, busca-se discutir sobre as ações de internacionalização realizadas pela instituição ao longo dos últimos anos, apresentando caminhos e oportunidades disponíveis para alunos e professores que desejam aprofundar sua colaboração internacional e realizar intercâmbios acadêmicos, o estímulo ao estabelecimento de parcerias que potencializem os resultados das pesquisas científicas e aumentem o prestígio da instituição e, por fim, a discussão sobre as melhores estratégias a serem adotadas para promover a internacionalização da UFSM em geral e dos diversos grupos de interesse que podem se beneficiar com esse processo.

O evento, que pode ser acessado neste link, simboliza a estreia da marca UFSM Global: uma iniciativa desenvolvida pela SAI que busca transpor as barreiras da internacionalização dentro da universidade, que conta com o apoio da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Ele será composto por quatro mesas presenciais de discussão, cada uma focando em uma região do mundo (Ásia-Pacífico, América do Norte, Europa e Sul Global), com a participação de pesquisadores estrangeiros que possuem forte colaboração com a UFSM e representantes de organizações de fomento à cooperação e à mobilidade acadêmica e científica internacional. Para conduzir os debates, participarão pesquisadores de diversos centros da UFSM, que possuem colaborações internacionais de sucesso. Nas mesas, serão discutidos tanto temas gerais relacionados ao processo de internacionalização quanto às particularidades desse processo no âmbito de cada região do globo em cada nível de ensino. As inscrições seguem gratuitas até o dia 09 de novembro, com o pagamento de R$ 25 após esta data. Confira a programação completa a seguir:

Órgãos de referência em internacionalização estarão presentes

De forma a fortalecer a excelência do evento, a equipe da SAI buscou convidar diversos nomes representantes da comunidade acadêmica internacional que são referência na área de internacionalização. São elas:

  • Divisão de Cooperação Educacional do Ministério das Relações Exteriores: representado por Francisco Figueiredo de Souza, este órgão do governo federal, ligado ao Ministério das Relações Exteriores, é responsável por oportunizar atos internacionais referentes à cooperação educacional para brasileiros, de forma a fomentar a ida de estudantes nacionais para o exterior. Todas as atribuições do órgão podem ser acessadas na sua página do Governo, neste link.
  • Universidade Normal de Hebei (HNU): com a representação da professora Qiao Jianzhen 乔建珍, a instituição de ensino superior localizada na China é responsável pela oferta de cursos de chinês para a comunidade da UFSM, resultado de uma parceria firmada através da professora Ana Qiao. A HNU é uma universidade fundada no início do século XX, que hoje conta com mais de 23 mil estudantes de graduação e cerca de 5 mil estudantes de pós-graduação. A página da instituição pode ser acessada neste link.
  • McGill University: o professor Vilceu Bordignon será o responsável por caracterizar a instituição, que fica localizada em Montreal (Canadá) e está disponível para realização de intercâmbio, através do convênio bilateral firmado com a UFSM. A universidade foi fundada em 1821 e é uma referência mundial em internacionalização, acolhendo estudantes de mais de 150 países e dedicando 30% de seu corpo docente a estudantes internacionais. O site oficial da universidade pode ser acessado neste link.
  • Programa Fulbright: representado pelo professor Luis Pedroso, o programa oferece bolsas de estudo para estudantes do mundo inteiro, coordenadas pelo governo dos Estados Unidos. O programa foi criado em 1946 e chegou ao Brasil em 1957, oportunizando, desde então, mais de 4.900 bolsas que permitiram a ida de brasileiros para o exterior e a vinda de mais de 3.400 norte-americanos para o Brasil. O portal do programa no Brasil pode ser acessado neste link
  • EducationUSA: contando com a representação da professora Sabrina Fadanelli, o programa é uma rede de centros de orientação do departamento de estado americano que presta serviços de consultoria para estudantes interessados em participar de oportunidades de mobilidade nos EUA. Foi criado em 1988 e abrange mais de 170 países, oferecendo orientações personalizadas, tradução de documentos e eventos. O site oficial da rede pode ser acessado neste link.
  • École Normale Supérieure (ENS): a professora Irene Fenoglio será responsável por representar a instituição de ensino localizada em Paris, referência mundial em ensino e pesquisa, que conta com bolsas para estudantes internacionais. Foi fundada em 1794, resultado da Revolução Francesa, visando suprir as necessidades de trabalhadores qualificados com aptidões técnicas-industriais. Foi no campus da ENS que grandes descobertas científicas ocorreram, entre elas o processo de fermentação (1857) e a descoberta dos vírus (1881). O site oficial da rede pode ser acessado neste link.
  • Programa Erasmus+: com a representação da professora Maria Cristina Araujo Von Holstein-Rathlou, o programa é uma iniciativa da União Europeia, que tem como objetivo fomentar a cooperação internacional e o desenvolvimento humano internacional dentro da Europa. O programa é a unificação de vários programas europeus, entre eles: Tempus, Erasmus Mundus, Edulink, Alfa e Juventude em Ação. O site oficial da rede pode ser acessado neste link.
  • Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD): representado pela professora Mariana Golubi, o DAAD é uma iniciativa alemã que visa promover a mobilidade de cientistas e a cooperação acadêmica entre Brasil e Alemanha, através da concessão de bolsas e estudos da língua. O serviço chegou ao Brasil em 1972 e conta com dois escritórios, um localizado no Rio de Janeiro e outro em São Paulo. O site oficial do serviço no Brasil pode ser acessado neste link.
  • Universidade de Ibadan: com a participação de Isaac Adedara, a universidade está localizada na capital da Nigéria e é a instituição de ensino superior mais antiga do país. Estabelecida em 1948, ela possui 16 cursos de graduação e é referência em pós-graduação em toda a África, formando anualmente mais de três mil mestres e doutores. Saiba mais sobre a UI neste link.
  • Universidade Federal de Viçosa (UFV): contando com a representação do professor Vladimir Oliveira Di Iorio, a UFV é uma universidade federal localizada em Viçosa (MG), que é referência mundial no setor de agricultura. A universidade foi fundada em 1926, conta com mais de 10 mil estudantes, e é conveniada com mais de vinte universidades do mundo. O site oficial da instituição pode ser acessado neste link.
  • Associação de Universidades do Grupo de Montevidéu (AUGM): a professora Laura Adinolfi estará presente em nome da AUGM, uma associação de universidades da América Latina, responsável por oportunizar a cooperação entre seus membros e garantir a realização de mobilidades de estudantes, pesquisadores, docentes e técnicos-administrativos. A UFSM foi uma das universidades fundadoras da AUGM em 1991, e realiza a seleção para intercâmbios todo início de semestre, para diversas instituições membro da associação. Para saber mais, acesse o site da AUGM, neste link.

Matéria completa em:

UFSM Global: conheça o primeiro evento da iniciativa voltada para a internacionalização da UFSM – SAI

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-376-4036

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes