Ir para o conteúdo CAL Ir para o menu CAL Ir para a busca no site CAL Ir para o rodapé CAL
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Pesquisadores do CAL têm trabalhos entre os 40 Melhores da JAI



Três trabalhos desenvolvidos no Centro de Artes e Letras receberam no dia 13 de março o prêmio 40 Melhores da JAI. A cerimônia de entrega dos certificados ocorreu no Auditório Flávio Miguel Schneider, anexo ao prédio 42 do campus da UFSM de Santa Maria.
O trabalho “A tapeçaria em Santa Maria” do Curso de Artes Visuais, coordenado pela professora Vani Foletto e apresentado pela aluna Letícia Ravanello na Jornada Acadêmica Integrada (JAI) em 2014, faz parte de um projeto que tem como objetivo elaborar um resgate histórico da tapeçaria artística em Santa Maria. Ao final do estudo, planejado para acontecer em 2016, será organizada uma exposição de Artes Visuais com obras de artistas ressaltados na pesquisa, além da divulgação dos resultados do resgate.
Além dele, o trabalho de conclusão de curso “Design de produto para o espaço urbano: bebedouro público”, coordenado pela professora Fabiane Vieira Romano e apresentado por Bruno Spanevello Pergher também foi premiado. Este projeto foi desenvolvido a partir da descoberta da carência de bebedouros públicos em Santa Maria,. Foram realizadas pesquisas que resultaram em um produto que possibilita, além da função de beber água diretamente dele, um sistema facilitado para encher copos e garrafas PET de aproximadamente 3 litros, iluminação LED para identificação à noite e um sistema interno de entrada de água, recolhimento e posterior saída de resíduos.
Outro projeto que recebeu a premiação é “E-3D: uma proposta em construção de um curso de língua inglesa gameficado à distância”, orientado pela professora Susana Cristina dos Reis e apresentado por Luana Mattiello. O trabalho é uma proposta de um curso de inglês básico à distância com atividades gamificadas. O objetivo é oportunizar aos alunos de letras a construção de materiais didáticos digitais e possibilitar a eles a experiência de ensinar línguas estrangeiras à distância. No evento da JAI, foram apresentados dados de diagnóstico que levaram a elaboração do curso e-3D, a partir de uma pesquisa realizada junto a comunidade da UFSM sobre os temas de interesse para a realização de um curso a distância. O e-3D foi aplicado na UFSM pela primeira vez no segundo semestre de 2014 e, em 2015, está em sua segunda edição.


Publicações Recentes