Ir para o conteúdo CAL Ir para o menu CAL Ir para a busca no site CAL Ir para o rodapé CAL
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Membros do Laboratório Artes Visuais e I/Mediações tem obras expostas no México



flyer

 

“La verdad es sempre peligrosa” é o nome da exposição coletiva em que membros do Laboratório de Artes Visuais e I/Mediações (LAVI/M) terão suas obras expostas, na Universidade Nacional do México (UNAM). Proposta pelo projeto coletivo Referências Cruzadas, que promove intercâmbio artístico e acadêmico entre países da América Latina, a exposição terá a participação de professores e estudantes do Brasil, México, Argentina e Uruguai.

 

A exposição consiste em fotografias cedidas pelo Arquivo Histórico da UNAM, sobre o massacre estudantil ocorrido 2 de outubro de 1968, em Tlatelolco, com intervenções feitas pelos artistas. Da UFSM participam Lutiere Dalla Valle (Docente), e os acadêmicos e acadêmicas do Curso de Artes Visuais – Bacharelado e Licenciatura, Gabriel Fogliarini, Eduardo Ambrózio, Rafael Durante, Rafael Falk, Hannah Rossatto, Henrique Ribeiro e Matheus Viero, todos com obras inéditas.

 

O fato de Tlatelolco foi uma grande repressão militar contra uma manifestação de estudantes que acontecia na Plaza de las Tres Culturas, localizada no centro histórico da Cidade do México. Até hoje se desconhece quantas pessoas morreram, foram desaparecidas e detidas nesse dia. A Mostra visa denunciar e não deixar cair no esquecimento esse marco na história mexicana, que aponta uma política de Estado construída em cima do terror e sangue.

 

oioioi

(Fotos: divulgação)

 


Publicações Recentes