Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

Professor do Departamento de Química/CCNE representa o Brasil em reunião da IUPAC, na Eslováquia

O professor Érico Marlon de Moraes Flores ministrou recentemente uma conferência na reunião anual da Divisão de Química Analítica da IUPAC (International Union of Pure and Applied Chemistry). O evento ocorreu na cidade de Bratislava, capital da Eslováquia de 19 a 21 de março.
Na palestra intitulada “New Developments in Sample Preparation for Trace Elements Determination” foram apresentados os avanços e tendências atuais para o controle de qualidade, relacionado à determinação de elementos de interesse nutricional ou toxicológico, envolvendo o desenvolvimento de sistemas avançados, para o preparo de amostras adequados às técnicas de espectrometria atômica e cromatografia de íons.

O professor Érico foi o único representante brasileiro neste evento que contou com palestrantes de diversos países como Austrália, Canadá, Bélgica, UK, EUA, Portugal, entre outros, atual Diretor Científico da FAPERGS, foi recentemente eleito Membro Associado da IUPAC.

O professor é pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Química da UFSM, docente no Departamento de Química/CCNE e coordenador do LAQIA (Laboratório de Análises Químicas Industriais e Ambientais da UFSM). O LAQIA também tem se destacado, entre outras atividades, no cenário internacional como pioneiro no desenvolvimento de métodos analíticos que possibilitaram o controle de qualidade de nanomateriais e de halogênios em baixas concentrações, que são desafios atuais em Química Analítica. Os demais pesquisadores do Depto de Química também fazem parte da equipe responsável pela conferência apresentada na Eslováquia: Profs. Cezar A. Bizzi, Edson I. Müller, Fábio A. Duarte, José Neri G. Paniz, Paola A. Mello, Rochele S. Picoloto, Rodrigo C. Bolzan, além do prof. Juliano S. Barin (Depto. de Ciência e Tecnologia de Alimentos/CCR).

Sobre a IUPAC

A IUPAC é uma organização internacional não governamental, criada em Genebra, Suíça, em 1919, e possui como membros, todas as sociedades de Química além de diversas instituições científicas e tecnológicas. A IUPAC foi criada com o objetivo inicial de elaborar as regras da nomenclatura oficial de todos os compostos químicos, porém atualmente envolve uma série de atividades relacionadas ao desenvolvimento científico e tecnológico, bem como com pesquisas de interesse industrial. Nas conferências da IUPAC, que ocorrem a cada dois anos, as diferentes divisões, secções e comissões apresentam os seus relatórios, que são discutidos e publicados, após aprovação. Deste modo, a IUPAC, graças às suas divisões, seções e comissões, é um centro internacional onde os mais eminentes especialistas se encontram e permutam as suas ideias e experiências, com o fim de conseguir acordos que favoreçam o progresso da química em todo o mundo.

Entre suas atividades, desde 1960 a IUPAC publica regularmente um dos mais importantes periódicos científicos na área de química, o Pure and Applied Chemistry journal (fator de impacto 2,49), que abrange todas as áreas da química, assim como de outras ciências correlatas.