Ir para o conteúdo CCNE Ir para o menu CCNE Ir para a busca no site CCNE Ir para o rodapé CCNE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Nova gestão assume a Direção do Centro de Ciências Naturais e Exatas da UFSM



Nesta terça-feira (11), ocorreu a Solenidade de Posse da Direção do Centro de Ciências Naturais e Exatas (CCNE), a qual o novo diretor e vice-diretor atuarão na gestão deste ano de 2022 até 2025 na UFSM. O Prof. José Neri Gottfried Paniz,  até então Vice-diretor do Centro na gestão passada, assume agora o cargo de Diretor do CCNE e escolheu seu colega  Prof. Hans Rogério Zimmerman para atuar no cargo de Vice-diretor, sendo esta chapa eleita democraticamente pela comunidade do CCNE em novembro de 2021.

A solenidade foi transmitida pelo canal do Youtube da UFSM e contou com a presença virtual do Prof. Luciano Schuch, Reitor da UFSM, Profª. Martha Adaime, Vice-Reitora da UFSM, Profª. Sonia Zanini Cechin, que deixa o cargo de Diretora do CCNE e do Prof. Daniel Coronel, Pró-Reitor de Gestão de Pessoas, que realizou a leitura do termo de posse do Diretor e Vice-Diretor do CCNE. Também estiveram presentes na mesma sala virtual os diretores das unidades universitárias, pró-reitores, o chefe de gabinete do Reitor e a comunidade acadêmica de servidores e estudantes do CCNE que se fizeram presentes na transmissão do Youtube. 

A professora Sônia integrou a mesa de autoridades e se emocionou em seu discurso de despedida ao agradecer a todos que contribuíram para o sucesso da gestão nos últimos oito anos. Destacou que “as relações horizontais são muito mais produtivas do que as relações verticais” e que leva de aprendizado o trabalho em equipe e ouvir aos demais em busca da solução dos problemas, e estas relações são comprovadas através da aproximação de sua gestão com os técnicos-administrativos em educação, promovendo uma comunicação com extremo respeito, organização e parceria em sua trajetória. Em sua fala, também citou as ações que foram trabalhadas pela gestão na busca de fomentar a integração das atividades de ensino, pesquisa e extensão: “Ampliamos a transparência em todas as atividades da gestão do CCNE, além de potencializar as ações de extensão, em especial junto ao Centro de Apoio à Pesquisa Paleontológica (CAPPA) e ao Jardim Botânico, divulgando amplamente para a sociedade as ações desenvolvidas nesses locais e tornando esses espaços mais acessíveis para a comunidade.”

Discurso da Profª. Sonia Zanini Cechin.

 

A “retomada CCNE de contínuas vitórias”

Nascido no interior de São Borja, o professor José Neri Gottfried Paniz estudou até a quinta série em uma escola municipal, em uma turma de 20 alunos, na qual 12 destes concluíram o ensino superior e seis chegaram ao curso de doutorado. Hoje, ele entende que isso foi possível graças aos seus “mestres com visão de futuro e de direcionar aqueles estudantes”. Neri estudou no Colégio Estadual Manoel Ribas e em 1983 iniciou a graduação superior no curso de Química Industrial da UFSM. Em 1992, ingressou na Universidade como servidor na função de Químico e em 1995 assumiu o cargo de Professor, hoje do Departamento de Química. 

Discurso do diretor José Neri Gottfried Paniz.

Em seu discurso, o novo diretor agradeceu o seu grupo de trabalho Laboratório de Análises Químicas Industriais e Ambientais (LAQIA), a comunidade do CCNE, os servidores, todos os Técnicos Administrativos em Educação do Centro, e também o apoio da família que compartilha dos seus anseios, preocupações e metas como gestor na Universidade. Além disso, agradeceu a gestão do ex-reitor Paulo Affonso Burmann pela aproximação dos gestores das unidades com a reitoria, o que em suas palavras “foi um avanço significativo, inédito e fundamental” para o avanço da gestão. Reconheceu a eficiência de todas as direções anteriores, citando a Profª. Sônia que acreditou numa parceria que deu certo e afirmou em tom de brincadeira que considera, esta, “uma terceira gestão da Profª. Sônia Zanini e sexta da Profª. Martha Adaime”. 

Ao falar dos desafios da gestão, o professor explica o título da campanha de sua Chapa, a ‘Retomada CCNE’, que remete a um possível reinício: “A retomada tem essa conotação de que vamos precisar ser muito criativos para que a gente reinicie as atividades presenciais, e que a Universidade Federal de Santa Maria volte a seu pleno funcionamento como era”. Tendo isso em vista, citou os desafios elencados em relação ao trabalho coletivo em questão de ensinos de graduação e pós-graduação: “Estamos definindo metas e atividades para que a gente possa combater a evasão. A modernização e atualização de metodologias em laboratórios didáticos, o reestudo da matriz orçamentária aplicada na Universidade […] E temos questões como a infraestrutura, a falta de espaço físico.” De acordo com o professor, a conquista de novos espaços se dará exclusivamente pela mudança de alguns departamentos para outras áreas, de outros centros. 

Durante a solenidade, o Diretor citou a declaração da 3ª Conferência Regional de Educação Superior para a América Latina e o Caribe, que aconteceu em junho de 2018, da qual em determinado momento o Brasil é signatário: “Reivindicamos a autonomia que permita a universidade exercer seu papel crítico e propositivo perante a sociedade, sem que existam limites impostos pelos governos da hora, crenças religiosas e mercados ou interesses particulares”, para ele essa declaração traduz na essência o que deve ser uma universidade. Continuou com a citação de uma frase de Humboldt (1997, p. 79) que concebeu o conceito de universidade: “De um lado promoção do desenvolvimento máximo da ciência, de outro, produção de conteúdo responsável pela formação intelectual e moral da nação.” 

Ao falar de internacionalização, o professor Neri reitera o projeto de consolidação do Instituto Confúcio na UFSM, em parceria com a UFRGS. O Instituto tem sede na China e a relação é voltada principalmente a questões linguísticas e culturais chinesas, no entanto, a UFSM deverá ser a primeira com o viés também na ciência e em tecnologias. A presença do Instituto credencia a Universidade a receber maiores investimentos de intercâmbio cultural e científico. 

O vice-diretor empossado, Prof. Hans Rogério Zimmermann não se manifestou verbalmente na ocasião, mas deixou a mensagem de agradecimento à comunidade do CCNE e expressou  através de mensagem lida pelo Prof. Neri que, apesar de temeroso pela situação sob a qual se encontra a sociedade brasileira no tocante aos eventos sociais e a condução do estado, ele quer ter fé e acreditar. “Pretendo dirigir com maestria, juntamente ao professor Neri, o CCNE pelo melhor caminho que se apresentar possível na eterna cruzada contra o negacionismo e a imbecilização da nossa sociedade, pois o CCNE é o centro de ciências básicas, as naturais e exatas — o antídoto contra o negacionismo científico.” 

A Profª Martha Bohrer Adaime, empossada neste ano como a primeira Vice-Reitora da UFSM, afirma que as gestões que passaram pelo CCNE sempre trabalharam de forma colaborativa para todos, e são pessoas que sempre buscaram um CCNE mais humanizado. Também foi Diretora do CCNE no mandato anterior à Professora Sonia e, com sua vasta experiência, deixa um “conselho de mãe”, em suas palavras: “Caminhar juntos é o segredo; não tensionar e procurar resolver as situações.” Encerrando seu discurso, deseja uma gestão de muitas realizações, e de um trabalho que busca a Universidade forte, referenciada socialmente, e sempre lembrando da importância do papel social, da inclusão e da permanência.  

O lema “CCNE de contínuas vitórias” imprime uma filosofia de trabalho e dedicação que conduzem o Centro ao sucesso no presente e no futuro! 

 


Texto: Jéssica Medeiros

Edição: Natália Huber

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-369-2510

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes