Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Sobre

A criação e os objetivos

O Centro de Apoio à Pesquisa Paleontológica da Quarta Colônia/Universidade Federal de Santa Maria (CAPPA/UFSM) foi criado com o objetivo de dar suporte à pesquisa paleontológica na Quarta Colônia, Rio Grande do Sul (municípios de Agudo, Dona Francisca, Faxinal do Soturno, Restinga Seca, São João do Polêsine, lvorá, Silveira Martins, Nova Palma e Pinhal Grande). A ênfase nesta região se dá pela grande abundância e relevância científica de fósseis do período Triássico oriundos dessa região.

A criação desta unidade ocorreu em 2003, quando a Secretaria Executiva do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (CONDESUS) elaborou o projeto “Parques Paleontológicos Integrados da Quarta Colônia”, dando início à construção do setor científico da unidade, com financiamento da Petrobrás, Eletrobrás e Ministério da Ciência e Tecnologia. A partir de 2010, o CAPPA passou a fazer parte da Universidade Federal de Santa Maria, e foi inaugurado em 2013, quando começou a funcionar efetivamente como órgão suplementar do Centro de Ciências Naturais e Exatas (CCNE).

O CAPPA/UFSM possui a missão de mapear novos sítios fossilíferos, monitorar os locais já conhecidos, coletar e salvaguardar fósseis de vertebrados e plantas; além de dar apoio ao desenvolvimento da pesquisa nas áreas de paleontologia e geologia, bem como áreas relacionadas interessadas em atuar nos sítios fossilíferos da Quarta Colônia.

Este centro destina-se à atividade acadêmico/científica e à divulgação da paleontologia em nível regional, estadual, nacional e internacional. Para a realização desses propósitos, o CAPPA/UFSM disponibiliza condições físicas e técnicas necessárias para o apoio ao ensino, pesquisa e extensão, exercidos de forma integrada, e conta com espaço destinado à guarda e conservação de acervo científico. Desta forma, a infraestrutura presente no CAPPA/UFSM está disponível para qualquer instituição, pública ou privada, que deseje realizar pesquisa ou extensão nesta região. Cabe-se a ressaltar que as instituições interessadas devem conveniar-se ao CAPPA/UFSM. Qualquer instituição conveniada pode fazer pesquisas na Quarta Colônia e utilizar a estrutura física e laboratorial do CAPPA/UFSM. Materiais resultantes de coleta por parte de tais instituições devem ser reportados ao CAPPA/UFSM. Tais materiais são cedidos por empréstimo a tais instituições para estudo e, conforme os termos do convênio, devem ser devolvidos ao CAPPA/UFSM ao término do período de empréstimo.
Este centro de pesquisa também tem o compromisso de proporcionar a divulgação paleontológica/científica para a comunidade, o que vem sendo realizado através de atividades de extensão e museologia.

A infraestrutura

A infraestrutura do CAPPA/UFSM conta com um prédio localizado no município de São João do Polêsine-RS que possui quatro salas para aulas e cursos, uma sala de administração, uma sala de preparação (incluindo equipamentos de preparação de fósseis), um saguão para a exposição científica e recepção de visitantes, uma sala de reserva técnica (para abrigar a coleção científica) e alojamento para pesquisadores e estudantes.

Além disso, o CAPPA/UFSM conta com materiais de coleta de fósseis e prospecção, como veículo próprio e ferramentas adequadas, e também sala para estudo de material equipada com lupas estereoscópicas e computadores.

Fachada do CAPPA/UFSM Escritório
 Laboratório de preparação
Laboratório de Microscopia Criação de modelo virtual de um fóssil

Junte-se a nós

Caso você desejar fazer parte de nossa equipe (voluntariado, estágios, iniciação científica, pós-graduação e pós-doutorado), ou conveniar sua instituição ao CAPPA/UFSM, entre em contato conosco