Ir para o conteúdo CCR Ir para o menu CCR Ir para a busca no site CCR Ir para o rodapé CCR
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Bioprospecção e aplicação biotecnológica de fungos lignocelulolíticos do solo do bioma pampa para a degradação de resíduos



Coordenadora – Profª Zaida Inês Antoniolli

Resumo: O Pampa é o mais desconhecido dos biomas brasileiros e vem passando por um acelerado processo de degradação de seus recursos naturais. Com isto, é possível que significativa parte da sua biodiversidade, e com ela importantes processos biotecnológicos, esteja sendo perdida sem que ao menos fosse conhecida e utilizada. A casca de arroz e o lodo de esgoto são gerados em grandes quantidades no Pampa e a elevada fragilidade dos solos deste bioma restringe grandemente a disposição final destes resíduos. Os objetivos deste projeto são isolar e identificar espécies de fungos de degradação branca e castanha presentes em plantações florestais do bioma Pampa e avaliar o potencial destes fungos de biodegradar os polímeros lignina, celulose e hemicelulose presentes nos resíduos casca de arroz e lodo de esgoto. Para isto serão realizadas coletas sistemáticas de basidiomas em áreas de cultivo de Pinus sp. e os fungos coletados serão identificados utilizando-se técnicas morfológicas e ferramentas de biologia molecular. Será realizado o isolamento e o cultivo destes fungos em laboratório, bem como seu depósito em micoteca, em herbário e em bancos de sequências de DNA. A seleção dos fungos com maior capacidade de degradação da casca de arroz e do lodo de esgoto será realizada através de experimentos respirométricos. A degradação da lignina, celulose e hemicelulose será avaliada através de análises bioquímicas destes resíduos antes e após a respirometria. Serão ainda realizados estudos de atividade de enzimas envolvidas na degração dos resíduos. Desta forma, informações serão geradas sobre a biodiversidade de fungos lignocelulolíticos do solo do bioma Pampa, como estratégia de conservação deste recurso biotecnológico para as futuras gerações. Além disto, esta proposta buscará a utilização dos fungos lignocelulolíticos coletados em matas do bioma Pampa para biodegradação da casca de arroz e do lodo de esgoto, dois resíduos que se não forem adequadamente tratados podem continuar a causar impactos ambientais graves no Pampa. Assim, a proposta se constitui num exemplo da utilização dos recursos biotecnológicos de um bioma para a solução de problemas ambientais que alteram este ambiente.


Publicações Recentes