Ir para o conteúdo CCR Ir para o menu CCR Ir para a busca no site CCR Ir para o rodapé CCR
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Estratégias para reimplantação de vinhedos em solos com altos teores de cobre no estado do Rio Grande do Sul.



Coordenador – Prof. Gustavo Brunetto

Resumo

Solos com vinhedos antigos do Rio Grande do Sul (RS) possuem altos teores de Cu derivado, especialmente, da aplicação de fungicidas cúpricos. O Cu pode causar toxidez para as videiras e para as plantas de cobertura que co-habitam os vinhedos e, por isso, torna-se necessário o uso de técnicas de fitoestabilização. O objetivo principal do projeto é avaliar como amenizantes e plantas de cobertura podem ser utilizados como técnicas de fitoestabilização em solos de vinhedos com altos teores de cobre no RS. O Projeto contará com a participação de professores-pesquisadores e Pós-Doutores da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), de Santa Maria (RS); da Embrapa Uva e Vinho, de Bento Gonçalves (RS); do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), Campus Ibirubá (RS); do Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos e Vegetais (PPGRGV) e do Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas (PGA), ambos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), de Florianópolis (SC); da Universidade Federal de Lavras (MG), de Lavras (MG) e do Dipartimento di Scienze Agrarie, da Università di Bologna, de Bologna, Itália. Além disso, o Projeto será composto por 4 estudos. O estudo 1 tratará do uso de amenizantes como estratégia para reduzir a disponibilidade de Cu no solo. No estudo 2, plantas de cobertura de inverno serão selecionadas, cultivadas em solos de vinhedos com altos teores de Cu e com diferentes amenizantes. No estudo 3, videiras serão cultivadas em solo com altos teores de Cu e em casa de vegetação, sendo inoculadas com diferentes espécies de FMAs, selecionados em trabalhos da UFSC, para promover a fitoproteção das plantas. O estudo 4 será realizado a partir dos resultados obtidos nos estudos 1, 2 e 3, onde a campo e em vinhedos com altos teores de Cu, espécies de plantas de cobertura serão cultivadas associadas a amenizantes, bem como videiras jovens serão cultivadas e inoculadas com FMAs.


Publicações Recentes