Ir para o conteúdo CCR Ir para o menu CCR Ir para a busca no site CCR Ir para o rodapé CCR
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Monitoramento hidrossedimentológico e qualidade da água em áreas manejadas sob plantio direto: da parcela à bacia hidrográfica.



Coordenador – Prof. Jean P.G. Minella

Resumo

A atividade agrícola no RS está sustentada em pequenas e médias propriedades rurais com produção de grãos, leite e carne. Essas atividades contribuem para geração de uma carga poluente que compromete a qualidade da água. O sistema plantio direto e os sistemas integrados de produção, quando adequadamente implementados e devidamente aliados às técnicas complementares de controle da poluição difusa, são considerados processos efetivos para construir solo fértil e mitigar problemas de contaminação de corpos d’água, decorrentes de atividades agrícolas. No entanto, são necessárias ações efetivas de pesquisa e desenvolvimento para provar, através de unidades de validação e de demonstração, a efetividade dessas práticas, tanto em escala de lavoura como de bacia hidrográfica, uma vez que os resultados obtidos em parcelas experimentais não são diretamente extrapoláveis. O desenvolvimento de pesquisa baseada no monitoramento de macroparcelas e de bacias hidrográficas permitirá compreender e descrever os principais fenômenos que governam a relação entre manejo de solo e processos dinâmicos associados ao movimento e à disponibilidade de água, erosão e qualidade de solo e água, bem como identificar vazios de conhecimento que deverão ser examinados mediante novas pesquisas no âmbito do processo de retroalimentação. Complementarmente, esses estudos possibilitarão a calibração e a validação de modelos matemáticos que poderão ser empregados para avaliar o impacto positivo ou negativo de um número infinito de situações ou cenários de uso e manejo do solo e de clima. Por fim, destaca-se que os resultados desse estudo poderão ser utilizados como instrumento de convencimento, tanto da sociedade como do poder público, quanto à importância da aplicação de tecnologias corretas para a gestão adequada dos recursos solo e água.


Publicações Recentes