Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo

CCR no Congresso Internacional do Leite 2015

A professora Neila Richards apresentou na última quinta-feira, 30, a palestra “Novos produtos para a indústria brasileira de laticínios” no Congresso Internacional do Leite 2015, no Centro de Convenções da Fiergs, em Porto Alegre.

A pesquisadora ressaltou a essencialidade do leite para o ser humano, os fatores que afetam a qualidade da matéria-prima (leite), as expectativas dos consumidores que hoje querem viver mais, com mais saúde consumindo produtos convenientes, práticos e de qualidade assegurada. Destacou ainda que em uma pesquisa realizada (Dairy Index, 2015) 82% dos entrevistados afirmaram saber o valor nutritivo do leite, 61% não conhecem nenhuma desvantagem associada ao leite e 84% consomem e pretendem continuar a consumir o leite normalmente. Sendo o leite um alimento versátil, as indústrias devem satisfazer as necessidades dos consumidores desenvolvendo novas categorias de produtos lácteos, agregando novos sabores, novas combinações de ingredientes e adaptando produtos para a avidez dos consumidores brasileiros.

Apresentou as modificações possíveis que as indústrias podem fazer em seus produtos e as etapas básicas seguidas por diversas indústrias para desenvolver/reformular novos produtos e como tecnologias não convencionais (alta pressão, ultrassom, secagem supercrítica, entre outras) podem ser utilizadas neste processo de desenvolvimento. Concluiu mostrando alguns produtos desenvolvidos na UFSM pelo seu grupo de pesquisa (Tecnologia de Lácteos Especiais – CNPq) como, por exemplo, queijo com redução de sódio, achocolatados deslactosados e prebióticos, requeijão com prebióticos, iogurtes, sorvetes e frozen enriquecidos com fibras, ômega 3, com baixo teor de lactose e com probióticos, kefir de leite e de água açucarada, utilização de óleo extraído de leveduras e desidratação não convencional de derivados lácteos. No evento, a equipe de pesquisa apresentou 10 trabalhos versando sobre a qualidade físico-química, microbiológica e sensorial de leite (matéria-prima) e derivados lácteos desenvolvidos na UFSM.

1260

IMG 1854 IMG 1913

 

A professora participou, também, no dia 28/07 da Reunião Ordinária da Câmara Setorial de Leite e Derivados, onde foram propostas sugestões para a atualização do Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária dos Produtos de Origem Animal – RIISPOA.

Mais sobre a participação da UFSM no Congresso em http://www.congressoleite.com.br/content/index.php?link=noticias&sub=1&id=19.