Ir para o conteúdo CCR Ir para o menu CCR Ir para a busca no site CCR Ir para o rodapé CCR
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Peões e Prendas

Todo ano, desde então, as Gestões se sucedem na entidade sem serem escolhidas por concursos. O DTG Noel Guarany entende que o cargo de Peão ou Prenda é uma forma de reconhecimento da entidade em destacar aqueles que, com seu trabalho e liderança, se dedicaram à entidade sem precisarem de cargos oficiais. A única exigência que a Patronagem faz (e hoje está previsto no Regulamento do DTG) é que Peões e Prendas, para assumirem tal posto, tenham, no mínimo, um ano como associado na entidade.

Com o crescimento da entidade e o aumento no número de sócios, passamos a entender que era possível que nossas Gestões não fossem compostas apenas de 2 integrantes. Além disso, notamos que a dedicação de muitos integrantes era digna de receber o nosso reconhecimento e lhes permitir este posto de muito destaque (e também muito trabalho!). Assim, as Gestões passaram a ter mais de uma Prenda, sendo que muitas se mostravam bastante interessadas em trabalharem para a entidade como Prendas também (infelizmente, o número de integrantes femininas é e sempre fora bastante superior aos integrantes masculinos, impossibilitando que o mesmo fosse feito com nossos dedicados peões, até 2014). Optamos por aumentar o número de Prendas em cada Gestão, até mesmo por não dispormos de categorias Mirim e Juvenil (No ano de 2011, pudemos ainda nomear duas lindas prendinhas, filhas de um dos músicos do grupo de danças da entidade, irmãs gêmeas que abrilhantaram a nossa gestão devido à atuação na entidade de seu pai!).

Feita esta escolha, resolvemos que, não tendo concurso, não haveria forma justa de “numerarmos” nossas prendas e, baseados na ideia de que entre elas não há distinção, o DTG não usa números nas faixas das Prendas. Elas ostentam a palavra Prenda, e entre elas há a igualdade de obrigações e funções. Além disso, como as Gestões são escolhidas por indicação da Patronagem em reconhecimento ao trabalho prestado, entendemos que a “numeração” não seria condizente com a dedicação de cada uma em seu trabalho prestado, sendo que esta dedicação é intensa em todas e assim, se equivale.

Sendo assim, sempre que um Peão ou uma Prenda do DTG Noel Guarany for visto ostentando em couro o título que lhe cabe, se pode saber que lhe acompanha uma bela história de dedicação e trabalho por esta entidade e pelo nosso Rio Grande! Nossas Prendas e Peões são os representantes leais dos valores e princípios que cada integrante de nossa entidade carrega, e nós nos orgulhamos de cada um!

Gestões

  • 2007/2008

PrendaMichele Benetti Leite

Peão: Juliano Costa dos Santos.

 

  • 2008/2009 

PrendaTainá Severo Valenzuela

Peão: Francisco Giraldi

 

  • 2009/2010

PrendasÍris Girolometto Ribeiro e Márcia Bertê

Peão: Marcelo de Souza Vargas

 

  • 2010/2011

PrendasLuciane Pagliarini, Marcia Melchior e Mariana Xavier de Oliveira

Peão: Juliano Antônio Sebben

Prendinhas Dente de Leite: Maria Isadora Vaz e Maria Valentina Vaz

 

  • 2011/2012

PrendasAdelina Rodrigues Aires, Aline Schmidt e Rafaela Lermen Birck

Peão: Rafael Santos da Silva

 

  • 2012/2013

PrendasAna Paula Konzen Riffel, Anicéli de Matos Lautenchleger e Indiara Cáceres Jacques

Peão: Ivan Leonardo Machado

 

  • 2013/2014

Prendas: Caroline Sanmartin Albiero e Géssica Gaboardi De Bastiani

Peão: Vinícius dos Santos Ávilla

 

  • 2014/2015

Prendas: Bárbara Rodrigues, Glenda Lima e Rossana Enninger

Peões: Guilherme Felipe Milanesi Callegaro e Mauri Arenhardt