Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano

Redes Sociais

Início do conteúdo
Publicado: 24 julho 2018 - 15:37 | Última modificação: 24 julho 2018 - 15:37
Ouvir

V SENAFE I SEINFE

TÉCNICO-CIENTÍFICOS

UFSM - Santa Maria
18/11/2015 00:00 - 20/11/2015 00:00




Descrição

PROPOSTA DO V SENAFE e I SEINFE – Tema: Biopolítica, Barbárie e Educação

O Programa de Pós-Graduação em Educação e o Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal de Santa Maria- RS/Brasil promovem o V SENAFE e I Seminário Internacional de Filosofia e Educação: Confluências, que se realizará nos dias 18, 19 e 20 de novembro de 2015, no campus da UFSM na cidade de Santa Maria (Rio Grande do Sul/Brasil).

O tema do seminário “Biopolítica, Barbárie e Educação” visa chamar à discussão o contexto político contemporâneo, marcadamente biopolítico, tendo em vista a inserção da vida como objeto dos cálculos, das técnicas e das práticas de governo. Tem por objetivo refletir sobre a consciência trágica do saber que provém do trauma, da dor da perda, mas que redimensiona a atuação e a identidade. Pretende-se oportunizar o debate sobre os acontecimentos de barbárie atualmente, difundidos através de notícias, filmes, documentários, livros e demais artefatos culturais em escala planetária de maneira instantânea, transformando o que era para ser exceção em um novo discurso normal.  A proposta é trabalhar com alguns desafios da formação diante da necessidade de educar o despreparo humano para situações limites e o descuido para com a dor do outro.

A temática que orienta a realização do evento já foi assinalada por diversos autores, como Michel Foucault e Giorgio Agamben, que se preocupam com os limites mostrados pelas categorias tradicionais da reflexão política em compreender o fenômeno político contemporâneo. De outra parte, tal problemática, e as dificuldades inerentes frente a este limite categorial e à racionalidade da qual é tributária, é preocupação constante desde os trabalhos da primeira geração dos autores da teoria crítica, sendo exposta nos termos da barbárie, conceito caro a essa tradição teórica no contexto do século XX e de sua sempre renovada possibilidade de retorno. É frente a este horizonte disciplinar e de controle, no qual a cultura e a educação, bem como a prática política podem converter-se em seus contrários mistificadores e coisificantes, que se pretende refletir no âmbito do V SENAFE e I SEINFE.

Como forma de ratificar os resultados obtidos no trajeto histórico do SENAFE até o presente, que ora completa mais de uma década, desde a realização da sua primeira edição em 2004, e também como forma de consolidar os esforços de cooperação entre pesquisadores e grupos de pesquisa em âmbito brasileiro e internacional, propõe-se, concomitantemente à realização do V Seminário Nacional de Filosofia e Educação – Confluências: SENAFE, a edição do I Seminário Internacional de Filosofia e Educação – Confluências: SEINFE. Tal intenção encontra respaldo nas atuais tendências do Ensino Superior e da Pós-Graduação no Brasil de aproximar-se dos seus interlocutores latino-americanos e europeus, em especial, da Península Ibérica, visando um maior trânsito dos conhecimentos produzidos nas esferas nacionais e a troca de experiências entre professores e pesquisadores dos diferentes sistemas de ensino. A realização do I Seminário Internacional concomitante ao V SENAFE pode aproximar ainda mais os pesquisadores envolvidos, na medida em que possibilita abrir espaços para a inserção de mais pesquisadores das diferentes IES envolvidas e, sobretudo, congregar discentes destas instituições, tanto na esfera da iniciação científica quanto da pós-graduação. Por fim, o evento visa um incremento no número de participantes de outros países e no número de trabalhos de origem internacional a serem apresentados, reforçando assim as bases de uma concepção de conhecimento, de ciência e de universidade pautada pelo caráter humano e cosmopolita.

OBJETIVOS

Objetivo geral

– Refletir sobre a consciência trágica do saber que provém do trauma, da dor da perda, mas que redimensiona a atuação e a identidade, propondo vias para repensar a formação – hoje fortemente pautada, dentro da esfera institucional, no saber-fazer – em termos também do saber-expressar e do saber-prevenir, através da contribuição normativa e expressiva da filosofia da educação e de seu compromisso em pensar criticamente a atualidade, a partir de conceitos oriundos da relação entre biopolítica, barbárie e educação.

Objetivos específicos

– Oportunizar o intercâmbio e o debate de ideias sobre o tema do evento entre os pesquisadores, professores e alunos envolvidos, visando, por um lado, fortalecer seus projetos e grupos interinstitucionais de pesquisa e, por outro, firmar convênios nacionais e internacionais que desencadeiem ações cooperativas no campo da pesquisa, ensino e extensão;

– Analisar aspectos da formação integral (enquanto Paidéia e Bildung) como processo do formar-se a si mesmo, inseridos nas dimensões da experiência estética e do cuidado de si;

– Analisar a dinâmica atual que o conceito de formação assume, levando em consideração as profundas transformações que o sistema social vem passando no atual contexto, marcado pelo crescente processo de colonização biopolítca da subjetividade;

– Oferecer subsídios à reflexão da prática pedagógica de professores das redes, particular, municipal e estadual de ensino, no sentido de problematizar o significado da educação em tempos de exceção normalizadora e de incisiva presença da barbárie;

– Proporcionar subsídios à elaboração de pesquisas de iniciação científica, dissertações e teses dos participantes do evento.

PÚBLICO ALVO

Está prevista a inscrição de 420 participantes para os três dias do evento. As grandes conferências e as mesas redondas estão destinadas a professores e estudantes de pós- graduação e também a professores do ensino superior e básico das redes municipal, estadual, federal e privada de ensino que estão inseridos, organicamente, tanto em projetos de pesquisa como em processos de formação continuada.

O espaço das comunicações visa a atingir alunos de graduação, de iniciação científica e de iniciação à docência (PIBID), bem como mestrandos e doutorandos dos Programas de Pós-Graduação de Educação e Filosofia da UFSM, de outras IES do Brasil e do exterior.

Quer saber sobre a história do SENAFE? Por favor continue lendo fazendo clic aqui.

 

Coordenação Executiva: Prof. Dr. Amarildo Luiz Trevisan, Profa. Dra. Elisete Medianeira Tomazetti e Prof. Dr. Noeli Dutra Rossatto.

Comissão científica: Clic aqui.

Comissão organizadora:  Adalberto Dutra Rossato; Emilana Soares; Ercilia Maria Garcia de Moura Luiz; Fabiane Bortoluzzi Angelo; Fernanda Santana de Avila; Iara Silva Ferrão; Iván Silva Miguel; Jefferson Luquini; Maurício Cristiano Azevedo; Neyha Guedes Dariva; Paulo Roberto Marques; Raquel Brum Sturza; Rosana D´Orio; Simone Becher Araujo; Stefany Utzig de Mello.

Email do Evento:  senafeseinfe@gmail.com

Instituição de Execução: Programa de Pós-Graduação em Educação: Mestrado e Doutorado – Universidade Federal de Santa Maria – UFSM/RS
+55 (55) 3220-8023

Programação

Retire seu certificado neste link (apresentadores,  comissão científica e palestrantes):  https://portal.ufsm.br/certificados/pessoa/busca.html

 

 Datas18/11/201519/11/201520/11/2015
 Manhã:
8h 30min
Mesa de Abertura:
Tema: Tempo, Memória e Violência
Antonio Gomez Ramos – UC3M/Espanha e Nadja Hermann – PUCRS
Debatedor: Amarildo Luiz Trevisan – UFSM
Mesa 2:
Tema: Biopolítica, Emancipação e Formação
Sylvio Gadelha – UFC e Andrea Díaz Genis – UDELAR.
Debatedora: Elisete M. Tomazetti – UFSM.
Mesa 3:
Tema: Cuidado de Si, Moralidade e Formação Pedagógica
Eldon Mühl – UPF e Pedro Pagni – UNESP/Marília-SP
Debatedor: Noeli Dutra Rossatto – UFSM
 Tarde:
14h
 Mesa 4:
Tema: Racionalidade, Barbárie e Educação
José Pedro Boufleur – UNIJUÍ e Margarita Sgró – UNICEN/Argentina
Debatedor: Belkis Bandeira – UFSM
 Mesa 5:
Tema: Singularidade, Trágico e Experiência Formativa
Alexandre Filordi de Carvalho – UNIFESP e Lúcia Hardt – UFSC
Debatedor: Valeska Fortes de Oliveira – UFSM
Mesa de Encerramento:
Tema: Resiliência, Perfectibilidade e Educação
Agustín de La Herrán Gascón – UAM/Espanha e Cláudio Dalbosco – UPF
Debatedor: Geraldo Antonio da Rosa – UNIPLAC
 Tarde/Noite:
18h 30min
 Apresentação de trabalhosApresentação de trabalhosApresentação de trabalhos

Inscrição

Para ver os anais do SENAFE clique aqui.

 

Contato

..

Localização


Roraima - 1000 - Camobi
Santa Maria - Rio Grande do Sul